Jonas e Slimani podiam formar uma dupla mortífera

O prémio de melhor marcador disputa-se golo a golo na capital. Domingos e Rui Águas explicam ao DN o que os distingue

São uns autênticos abonos de família para Benfica e Sporting e durante a atual época têm dado alegrias a milhões de adeptos dos dois clubes grandes.

Jonas e Slimani são os grandes goleadores do futebol português na Liga 2015/2016. O veterano brasileiro leva 18 golos e uma média superior ao argelino que tem 13 convertidos, o último dos quais no último domingo frente ao Sporting de Braga, uma performance que mereceu uma tripla resposta do jogador encarnado.

O DN falou com dois antigos melhores marcadores do campeonato - Rui Águas, pelo Benfica , em 1990/91, e Domingos, ao serviço do FC Porto, em 1995/96 - sobre a luta entre os avançados de Benfica e Sporting e quer um quer outro consideram que o ideal mesmo seria juntar os dois na mesma equipa.

"Formariam uma excelente dupla, porque são complementares. São dois tipos de avançados diferentes. Não imagino com muito sucesso o Jonas sozinho num 4x3x3. Já o Slimani vejo-o perfeitamente sozinho na frente de ataque", começou por dizer Rui Águas, numa opinião subscrita por Domingos: "São dois jogadores que se complementam, até porque o Jonas pode jogar mais recuado. O Slimani é mais um jogador de profundidade."

Para rematar este assunto, que faria as delícias de qualquer treinador, Rui Águas tem uma curiosa declaração: "Podiam ser uma dupla mortífera no nosso campeonato ou mesmo noutros países, pois são muito consistentes, experientes, internacionais pelos seus países."

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG