Joe Thomas vive o sonho do futebol americano aos 55 anos

Após a sua empresa de construção ter falido, inscreveu-se na South Carolina State University para cumprir sonho de jogar futebol americano universitário. Agora tornou-se o mais velho de sempre a fazê-lo, para orgulho do filho, que já está na NFL

Joe Thomas Sr. tinha um sonho: ser jogador de futebol americano universitário e competir na NCAA, a principal competição da categoria nos EUA. Foi preciso esperar 36 anos, mas Thomas conseguiu-o... aos 55, tornando-se, segundo a imprensa norte-americana - a NCAA reconheceu que não tem dados estatísticos que o possam oficializar -, o atleta mais velho de sempre a competir na I Divisão.

Pai de Joe Lewis Thomas Jr., atleta dos Green Bay Packers que rumou à NFL (a Liga de futebol americano profissional dos EUA) em 2014, Joe Thomas Sr. pretendia, inicialmente, jogar ao lado do filho na South Carolina State University. Após a sua empresa de construção ter falido, Thomas, natural de Blackville, decidiu apostar na formação académica e tirar um curso de engenharia.

Há quatro anos, após conversar com o filho, Joe foi admitido na faculdade e quis fazer testes na equipa universitária. Por ser pai de Thomas Jr., que na altura já batia às portas da NFL, os responsáveis pela equipa decidiram admiti-lo nos seus quadros.

No último fim-de-semana, Joe Thomas Sr. pôde finalmente cumprir o seu sonho: e bastou correr 2,7 metros, até à altura em que foi placado. Seguiram-se mais três corridas do atleta de 55 anos, que viveu "o dia mais feliz" da sua vida.

"Senti-me um herói. Sempre quis jogar futebol [americano] universitário e finalmente consegui. Quero agradecer à universidade, ao treinador Buddy Pough, a toda a comissão técnica e aos meus colegas pela oportunidade. Esperei 36 anos por isto", reagiu o veterano atleta, que é parcialmente surdo e jogou futebol americano no liceu, mas não teve a oportunidade de ir para a faculdade na altura.

Joe Thomas Sr. foi o centro das celebrações da equipa de South Carolina após o jogo frente aos Savannah, uma vez que venceu por 32 a 0, margem que proporcionou a simbólica estreia ao número 42, facto celebrado por Joe Lewis Thomas Jr.

"Estou orgulhoso, sempre foi uma inspiração para mim, embora me preocupe pela sua condição física. O corpo dele já deve andar um pouco frágil", disse o atleta de 25 anos.

Na NFL, é raro um jogador ter capacidade para jogar acima dos 40 anos. O recorde absoluto pertence a George Blanda, que jogou até aos 47 anos, mas terminou a sua carreira em 1975, quando a exigência competitiva era substancialmente inferior à atual. Joe Thomas Sr. sonhava, como qualquer praticante de futebol americano universitário, chegar à NFL, mas garante que vive esse sonho "através do filho".

"Já fiz aquilo que mais desejava. Se ele [Joe Thomas Jr.] puder jogar até aos 55 anos na NFL ficarei orgulhoso", sorriu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG