William, Gelson e Bruno Fernandes rescindiram com o Sporting

Jogadores seguem caminho de Rui Patrício e Podence, que rescindiram na semana passada. São já cinco os atletas que avançaram para a rescisão unilateral com o clube leonino.

William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes rescindiram os respetivos com o Sporting esta segunda-feira. A notícia foi avançado pelo Record, e confirmada pelo DN junto de fonte oficial do clube de Alvalade. Os leões já informaram a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Ao que o DN apurou, as cartas de rescisão são basicamente idênticas às apresentadas por Rui Patrício e Podence.

São já cinco os atletas que avançaram para a rescisão unilateral com justa causa com o clube leonino. Os três jogadores leoninos ao serviço da seleção nacional na Rússia seguem assim o caminho de Rui Patrício e Podence, que já rescindiram os vínculos na semana passada.

Acuña, Bas Dost e Mathieu podem ser os próximos a avançar com rescisão unilateral com o clube leonino. E há mais jogadores que estão a estudar a mesma via. Os futebolistas têm até 30 dias após os acontecimentos de Alcochete (invasão da Academia e agressões a jogadores e treinadores), ocorridos no dia 15 de maio, para alegar justa causa para rasgar o contrato.

Recentemente, numa mensagem colocada no Facebook, o presidente Bruno de Carvalho tinha anunciado que ia colocar processos crimes a Rui Patrício e Podence, pelo que este trio que agora rescindiu também deverá ser alvo de uma queixa. Nessa mesma mensagem, o presidente do Sporting disse que não iria ceder a chantagens.

"Farto de chantagens de alguns advogados e agentes. O Sporting CP, enquanto eu for Presidente, não vai negociar nenhuma renovação ou vendas - a não ser as já previstas - até 15 de junho, por isso se querem chantagear com rescisões, rescindam já, pois nunca vos será dada razão e eu não cederei a chantagens. Se é para fazer, façam já, e em termos legais cá estaremos para defender a verdade e o Sporting Clube de Portugal. Se não é isso que querem mandem parar os vossos advogados e agentes", escreveu na altura Bruno de Carvalho.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.