Sebastian Vettel vence Grande Prémio da Austrália

Sebastian Vettel (Ferrari) venceu este domingo o Grande Prémio da Austrália, primeira prova do campeonato mundial de Fórmula 1. "Foi um grande dia para a Ferrari", reconheceu o piloto alemão.

Graças à sua estratégia de paragens nas boxes (apenas uma), Sebastien Vettel superiorizou-se a , ao britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que partiu da 'pole position'. O terceiro lugar do pódio foi ocupado pelo finlandês Valterri Bottas (Mercedes).

Vettel, quatro vezes campeão mundial, concluiu a corrida em 1:24.11,670 horas, menos 9,975 segundos do que o tempo conseguido por Hamilton.

Após a vitória, o piloto declarou que a sua equipa está no campeonato "para lutar". "Temos muito caminho pela frente, agora estou muito feliz. Foi um inverno difícil e uma corrida incrível", afirmou.

Para além de ter referido que foi "um grande dia para a Ferrari", Vettel considerou também que este triunfo "premiou o trabalho muito duro [da escuderia] na pista e na fábrica". "Tem sido uma grande atmosfera, com um enorme espírito coletivo. É muito bom sentir esse estado de espírito, que nos motiva a fazer sempre algo mais. Mas este é apenas o começo", considerou o germânico, campeão mundial em 2010, 2011, 2012 e 2013.

O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull), o francês Romain Grosjean (Haas), o britânico Jolyon Palmer (Renault), o sueco Marcus Ericsson (Sauber), o canadiano Lance Stroll (Williams), o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) e o espanhol Fernando Alonso (McLaren-Honda) não terminaram a corrida inaugural do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, que termina a 26 de novembro, em Abu Dhabi.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Legalização da canábis, um debate sóbrio 

O debate público em Portugal sobre a legalização da canábis é frequentemente tratado com displicência. Uns arrumam rapidamente o assunto como irrelevante; outros acusam os proponentes de usarem o tema como mera bandeira política. Tais atitudes fazem pouco sentido, por dois motivos. Primeiro, a discussão sobre o enquadramento legal da canábis está hoje em curso em vários pontos do mundo, não faltando bons motivos para tal. Segundo, Portugal tem bons motivos e está em boas condições para fazer esse caminho. Resta saber se há vontade.

Premium

nuno camarneiro

É Natal, é Natal

A criança puxa a mãe pela manga na direcção do corredor dos brinquedos. - Olha, mamã! Anda por aqui, anda! A mãe resiste. - Primeiro vamos ao pão, depois logo se vê... - Mas, oh, mamã! A senhora veste roupas cansadas e sapatos com gelhas e calos, as mãos são de empregada de limpeza ou operária, o rosto é um retrato de tristeza. Olho para o cesto das compras e vejo latas de atum, um quilo de arroz e dois pacotes de leite, tudo de marca branca. A menina deixa-se levar contrariada, os olhos fixados nas cores e nos brilhos que se afastam. - Depois vamos, não vamos, mamã? - Depois logo se vê, filhinha, depois logo se vê...