Paços de Ferreira impõe primeira derrota ao Vitória de Setúbal

Pacenses ganham no Bonfim por 4-1, com dois golos de Ricardo Valente e outros dois de Whelton

O Paços de Ferreira acabou hoje com a invencibilidade do Vitória de Setúbal, que ambicionava ser segundo à condição, ao vencer no Bonfim por 4-1, em encontro da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

'Bis' de Ricardo Valente (quatro e 75 minutos) e do brasileiro Welthon (38 e 40) selaram o primeiro triunfo da formação de Carlos Pinto, que passou a somar cinco pontos e afastou-se dos últimos lugares, subindo ao 11.º posto.

Por seu lado, Vasco Fernandes marcou, aos 22 minutos, o tento solitário dos sadinos, que sofreram o primeiro desaire, após duas vitórias e dois empates, e falharam a subida ao segundo posto, mantendo-se no quinto, com oito.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.