Leixões perde treinador para o futebol argelino

Dirigentes do emblema de Matosinhos surpreendidos com a decisão de Francisco Chaló em assinar pelo 7.º classficado do campeonato daquele país magrebino

Francisco Chaló deixou o cargo de treinador do Leixões, da II Liga de futebol, para rumar a Paradou, da primeira divisão da Argélia, confirmou esta quinta-feira à agência Lusa fonte da SAD do clube de Matosinhos.

Com contrato até ao final de 2018/19 depois de ter chegado ao clube a meio da época passada, Francisco Chaló recebeu um convite do sétimo classificado do último campeonato argelino e, "após alguns dias de negociações, comunicou na quarta-feira à noite a sua decisão de partir", referiu a fonte.

A notícia surpreendeu a SAD, pois surgiu na véspera do início dos exames médicos e quatro dias antes do arranque dos treinos do plantel, acabando as "partes por chegar a um acordo e a rescisão avançar", acrescentou a fonte.

Com a partida de Chaló para o clube de Argel, a SAD encontra-se já em contactos para, no mais curto espaço de tempo, encontrar uma alternativa.

O plantel começou esta quinta-feira os exames médicos, que vão estender-se até sábado, estando o primeiro treino da época agendado para domingo de manhã no Estádio do Mar.

Exclusivos