Equipa do Canelas está "magoada, revoltada e triste com toda esta situação"

Canelas 2010 apela a que clubes desistam da falta de comparência "a bem do futebol e da verdade desportiva"

Dirigentes e jogadores do Canelas 2010 apelaram hoje, em conferência de imprensa, para que os clubes que anunciaram que iriam faltar aos jogos com a equipa gaiense, para comparecerem "a bem do futebol e da verdade desportiva".

Foram 12 as equipas que anunciaram que vão faltar aos jogos com o Canelas 2010 (apenas o Candal decidiu jogar), na Série 1 da Divisão de Elite. A decisão tomada pelas 12 equipas é inédita e foi reportada já à Associação de Futebol do Porto, que emitiu um comunicado a anunciar que os encontros não iam ser disputados na hora e locais marcados.

As polémicas em torno dos jogos com o Canelas 2010 vêm-se arrastando ao longo dos meses, com os clubes adversários a queixarem-se do "clima de terror e intimidação" que se vive nos jogos com o Canelas. Jogadores e dirigentes denunciaram comportamentos violentos dos jogadores e pressão constante sobre as equipas de arbitragem.

Ficámos atónitos quando soubemos desta decisão

Face a esta decisão de falta de comparência, Bruno Canastro, presidente do Canelas 2010, admitiu que todo o grupo "foi apanhado de surpresa", uma vez que "nada fazia crer que algo estivesse errado".

"Ficámos atónitos quando soubemos desta decisão que tem um único propósito: conseguir na secretaria aquilo que não conseguem dentro das quatro linhas. Os nossos jogos são gravados, o presidente da Associação de Futebol do Porto (AFP) está sempre presente, temos a polícia exigida, cumprimos todas as normas estipuladas e não há nada que nos possam apontar. Nunca nada foi relatado. Isto não faz qualquer sentido", começou por dizer o dirigente.

Bruno Canastro garantiu que "está a ser montada uma cabala contra o Canelas".

"A prova disso mesmo é que tudo foi decidido numa reunião secreta, para a qual o Canelas não foi convidado. Nessa reunião ficou definido que se iria observar os dois jogos seguintes do Canelas - com o Grijó e com o Padroense - e depois tomariam uma decisão. Nada de errado aconteceu nesses jogos. Nada foi reportado. E mesmo assim os clubes avançaram com esta decisão de não jogar", explicou ainda.

Fernando Madureira, capitão da equipa do Canelas 2010, admitiu que a equipa está "magoada, revoltada e triste com toda esta situação" mas ainda assim faz um apelo aos clubes.

"Equipa está "magoada, revoltada e triste com toda esta situação"

"Nós só queremos jogar futebol, queremos ser campeões mas é dentro de campo que o queremos conseguir. Apelamos para que os clubes venham jogar e nos recebam e deixem de lado os interesses políticos. Alguém da política e que é dirigente de um desses clubes está a criar esta situação para se alavancar", acusou o também líder da claque do FC Porto Super Dragões.

Bruno Canastro revelou ainda que esta sexta-feira vai realizar-se uma reunião com todos os clubes e com a AFP no sentido de encontrar uma solução para esta questão.

Ler mais

Adolfo Mesquita Nunes

Premium Derrotar Le Pen

Marine Le Pen não cativou mais de dez milhões de franceses, nem alguns milhões mais pela Europa fora, por ter sido estrela de conferências ou por ser visita das elites intelectuais, sociais ou económicas. Pelo contrário, Le Pen seduz milhões de pessoas por ter sido excluída desse mundo: é nesse pressuposto, com essa medalha, que consegue chegar a todos aqueles que, na sequência de uma crise internacional e na vertigem de uma nova economia digital, se sentem excluídos, a ficar para trás, sem oportunidades.

João Taborda da Gama

Premium Temos tempo

Achamos que temos tempo mas tempo é a única coisa que não temos. E o tempo muda a relação que temos com o tempo. Começamos por não querer dormir, passamos a só querer dormir, e por fim a não conseguir dormir ou simplesmente a não dormir, antes de passarmos o resto do tempo a dormir, a dormir com os peixes. A última fase pode conjugar noites claras e tardes escuras, longas sestas de dia com um dormitar de noite. Disse-me um dia o meu barbeiro que os velhotes passam a noite acordados para não morrerem de noite, e se ele disse é porque é.