Integração imediata do Gil Vicente foi rejeitada

A Cimeira de Presidentes da Liga que decorre em Coimbra chumbou o alargamento para 20 clubes na próxima época

Ainda não é na próxima época que o Gil Vicente será reintegrado na I Liga. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira na Cimeira de Presidentes da Liga, que rejeitou o alargamento do campeonato para 20 clubes, que era a solução apresentada para resolver o problema dos gilistas.

A antecipação da integração do Gil Vicente, prevista apenas para a época 2019/20 era defendida pela Federação Portuguesa, mas foi agora chumbada numa reunião em que apenas não marcou presença Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Assim sendo, na próxima edição da I Liga vão descer três equipas, ao contrário das duas que tem sido norma, por forma a que não haja alargamento na época 2019/20 e se abra espaço à integração do Gil Vicente num campeonato disputado por 18 equipas.

O Gil Vicente, que foi despromovido à II Liga em 2006 no âmbito do caso Mateus, vai na próxima época disputar o Campeonato de Portugal, uma vez que é uma das equipas despromovidas na II Liga.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG