Proença explica a foto com o líder dos Super Dragões

O árbitro, que se deixou fotografar com Fernando Madureira e Rúben Amorim, explica o contexto em que tal aconteceu e lamenta as "más interpretações".

Fernando Madureira, líder da claque portista Super Dragões, Pedro Proença, árbitro da Associação de Futebol de Lisboa, e Rúben Amorim, futebolista do Benfica, foram fotografados em conjunto em outubro, à margem do XIII Encontro Nacional do Árbitro Jovem, em Leiria, num clima de troca de sorrisos e de boa disposição.

O registo fotográfico convidou, de imediato, a insinuações por parte de adeptos de clubes rivais, colocando em causa o profissionalismo de Pedro Proença, mas o árbitro explicou, em entrevista ao jornal Record, o contexto das fotos.

"Era um colóquio sobre arbitragem e estávamos a demonstrar a jovens árbitros, entre os 12 e os 17 anos, que é possível o convívio entre pessoas de vários clubes, com funções diferentes. O mau jornalismo deu azo a más interpretações", lamentou.

"Foi convidado um árbitro, um atleta do Benfica, outro do Sporting e o elemento de uma claque. Para não ser do Benfica nem do Sporting, ouviu-se o do FC Porto. Quando se chega a um local público, é normal que as pessoas se cumprimentem. Foi o que aconteceu. Fora do futebol, as pessoas entendem-se", esclareceu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG