Final entre FC Porto e Sp. Braga terá árbitros de baliza

A utilização de árbitros de baliza é uma das grandes novidades na final da Taça de Portugal, que decorre domingo, anunciou esta quarta-feira o diretor de marketing e eventos da Federação Portuguesa de Futebol, Carlos Lucas.

"Teremos, pela primeira vez este ano, os árbitros de baliza. Alargámos também o parque estacionamento alternativo nascente e criámos novas acessibilidades pedonais", começou por dizer na conferência de imprensa de apresentação da prova.

Sobre a introdução das novas tecnologias, Carlos Lucas disse que o recurso está a ser analisado pela FPF, frisando que, futuramente, a solução passará por aí.

"Está a ser estudado pela Federação. É algo que nos preocupa e estamos nesse grupo das federações piloto para explorar esse ponto como solução", explicou.

Relativamente ao jogo de domingo no Estádio do Jamor, aquele responsável espera uma enorme festa, apelando à chegada antecipada por parte dos adeptos de Sporting de Braga e FC Porto, que serão cerca de 35.000, assegurando, por outro lado, as ótimas condições do relvado.

"Por ser no Jamor sabemos que é uma grande vantagem e que as pessoas gostam de chegar cedo. É muito positivo para nós e gostamos sempre de ver essa festa. Mais uma vez, o relvado vai estar em excelentes condições e as equipas vão fazer um treino de adaptação", concluiu.

O encontro entre 'dragões' e 'arsenalistas' realiza-se no domingo, dia 22 de maio, às 17:15, no Estádio do Jamor.

Quanto à 13.ª edição da Taça de Portugal feminina, que irá opor o Futebol Benfica, detentor do título, ao Valadares FC, a diretora da FPF Mónica Jorge disse que o "palco da final também será o estádio Nacional e a entrada será livre", no dia 28 de maio, às 16:00.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG