Joseph Blatter vai seguir "todos os passos legais para limpar o nome"

Presidente da FIFA insiste que não é corrupto. Defesa garante que Blatter vai apresentar argumentos

O suíço Joseph Blatter, presidente demissionário da FIFA, suspenso por oito anos de toda a atividade ligada ao futebol, está preparado para seguir "todos os passos legais" para limpar o seu nome.

"O presidente Blatter está ansioso para apresentar os seus argumentos ao Comité de Apelo", salientou o seu advogado em Zurique, Lorenz Erni, numa declaração conjunta com o representante na Virginia, Richard Cullen.

Após o anúncio da suspensão na segunda-feira, Joseph Blatter compareceu numa conferência de imprensa e disse, desde logo, que iria contestar a decisão em primeiro lugar no Comité de Apelo e, posteriormente, se necessário, no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

"Está preparado para adotar todos os passos legais, de modo a ultrapassar as acusações que se mantém e limpar o seu nome", referiram os representantes legais do suíço.

Além de Blatter, o Comité de Ética da FIFA suspendeu igualmente por oito anos o presidente da UEFA, o francês Michel Platini, que se encontrava na corrida à presidência do organismo máximo do futebol mundial.

Na base das suspensões está o facto de o comité ter considerado que o pagamento de uma verba de dois milhões de francos suíços (cerca de 1,8 milhões de euros) feito pela FIFA a Platini, após autorização de Blatter, "não tem base legal no acordo que ambos fizeram em agosto de 1999".

Blatter e Platini já estavam suspensos por 90 dias, devido a esta investigação, desde 08 de outubro, data em que o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, também foi suspenso, igualmente por implicação no escândalo de corrupção que atinge a instituição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG