Ferro Rodrigues não vai à final da Taça de Portugal e já avisou Marcelo

Depois do ataque ao plantel e à equipa técnica leonina em Alcochete, o presidente da Assembleia da República assumiu que o jogo de domingo não deveria ser disputado como se nada fosse

Ferro Rodrigues vai ser mais um dos ausentes das final da taça de Portugal, que se disputa este domingo entre o Sporting e o Desportivo das Aves.

Segundo o Público, o presidente da Assembleia da República já terá informado o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, da decisão.

Ferro Rodrigues é da opinião que depois dos incidentes de violência ocorridos na Academia de Alcochete, na passada terça-feira, o jogo não se deveria realizar em condições normais.

"Não me chocaria que a final da Taça fosse feita à porta fechada ou na Vila das Aves", afirmou Presidente da Assembleia da República.

O presidente da Assembleia da República, que é sócio do Sporting desde que nasceu, condenou na quarta-feira a "situação gravíssima" de violência no treino de futebol do clube e apelou a "medidas sérias" da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e do Governo.

Na sequência das afirmações de Ferro Rodrigues, Bruno de Carvalho declarou a intenção de processar o presidente da Assembleia da República por difamação e calúnia.

A violência entrou em Alcochete

Na terça-feira, cerca de 50 pessoas, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, o treinador Jorge Jesus e outros membros da equipa técnica.

A GNR anunciou que efetuou 23 detenções, apreendeu cinco viaturas e recolheu depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do Sporting, na sequência da invasão à academia do clube, em Alcochete.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, marcada para domingo, diante do Desportivo das Aves, no Estádio Nacional, em Oeiras.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG