Federer, mais um jogo para a história e um recorde

Suíço bateu Tomas Berdych, pelos parciais de 7-6 (1), 6-3 e 6-4.

A lenda continua. Roger Federer derrotou, esta quarta-feira, Tomas Berdych (7-6[1], 6-3 e 6-4) e repete assim as meias-finais, onde chega pela 14.ª vez. Um registo histórico, mais um.

Apesar de ter tentado fugir ao favoritismo, antes do torneio, o atual número 2 mundial, ainda tremeu no segundo set, mas depois recuperou o rumo do jogo. A vitória frente a Tomas Berdych é a 92.ª da carreira no Australian Open para Roger Federer, o Grand Slam onde passa a somar mais triunfos (tem 91 em Wimbledon).

O suíço volta assim a chegar às meias-finais, em Melbourne pela 14.ª vez, um registo nunca alcançado por outro jogador na Era Open. Além disso, Federer (36 anos e 173 dias) tornou-se no jogador mais velho a alcançar as meias-finais do major australiano desde que Ken Rosewall o fez em 1977, quando tinha 42 anos e 68 dias

Nas meias-finais, Roger Federer terá como adversário Hyeon Chung, que derrotou Tennys Sandgren, Alexander Zverev e Novak Djokovic para garantir o melhor resultado de sempre.

Exclusivos