Pinto da Costa não quer saber dos 'vouchers' do Benfica

Presidente do FC Porto diz que o tema é "assunto para os comentadores televisivos" e que "não traz nada de bom" ao futebol

Pinto da Costa voltou a mostrar-se indiferente aos 'vouchers' oferecidos pelo Benfica às equipas de arbitragem nos últimos três anos, situação trazida a público por Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, e que levou a PJ a abrir uma investigação aos últimos títulos do clube da Luz.

"Não me compete dizer nada, tenho de preocupar é com o FC Porto. Não temos ninguém a representar-nos nas televisões para fomentar esse tipo de discussão e conversa. Acho que isso nada traz de bom ao futebol, nem aos próprios clubes. O que se passa nos outros e as guerras entre comentadores ou dirigentes passam-me ao lado, estou apenas focado em pôr o FC Porto em primeiro lugar", afirmou o presidente do FC Porto, à margem de uma exposição dedicada ao andebol.

O presidente portista mostrou-se indiferente ao tema e demarca-se de qualquer posição. "Se tenho opinião é para mim e não comentarei nada. Acho que pode ser interessante para as televisões ganharem audiências à custa do futebol, mas eu não vou alinhar nisso, não vou comentar. Não temos nenhum comentador na TV indicado pelo FC Porto. Se alguém entrar nesse tipo de jogadas, não será com a colaboração do FC Porto", atirou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG