Nuno: "Foi evidente que o árbitro teve influência direta"

Nuno Espírito Santo mostrou-se satisfeito com a exibição do FC Porto e criticou as decisões do árbitro

O técnico do FC Porto, Nuno Espírito Santo, considera que a arbitragem de Tiago Martins teve influência direta na derrota em Alvalade, por 2-1.

"Eu querer, não queria comentar o trabalho dos árbitros, mas hoje foi por demais evidente. Nem preciso de ver as imagens. Condicionou o resultado, devia ter visto e tinha a obrigação de o fazer. Mas preferia não fazer, queria antes falar da minha equipa. Mas hoje foi por demais evidente que o árbitro teve influência direta", considerou, na zona de entrevistas rápidas.

Nuno Espírito Santo não especificou a que lances se referia e tem elogios para a sua equipa. "A minha equipa reagiu sempre, esteve sempre dentro do jogo, soube ajustar-se quando tinha que se ajustar, teve posse, pressionou alto. Conseguimos tudo menos chegar ao golo nem condicionar o comportamento das outras equipas", defendeu.

Apesar da primeira derrota da época, o técnico encara o futuro com positivismo. "Conseguimos um primeiro objetivo, que era estar na Champions; o segundo é ser campeão e vamos estar na luta até ao fim", prometeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG