"Houve zero discussões com o Iker, querem que o chame?"

Técnico não desvenda quem será o guarda-redes com o Paços de Ferreira, garante que a única referência que existe no FC Porto é Pinto da Costa. Diz não olhar a estatuto, olhos, cor da pele...

Sérgio Conceição ao seu melhor nível. Numa conferência de imprensa que começou com 40 minutos de atraso, o treinador falou sobre Iker Casillas e José Sá mas não desvendou quem vai defender a baliza do líder da I Liga frente ao Paços de Ferreira.

"??????Nunca disse quem ia jogar no dia seguinte. Podem fazer as perguntas que quiserem, eu respondo o que quiser. A escolha do último jogo... foi opção técnica. Sempre disse que todos os jogadores estão à disposição mas depois há duas ou três características que temos de contar; características do adversário, características do jogador, semana de trabalho do jogador. Outros vêem o estatuto, a cor, a pele, os olhos. Se vou entrar por aí, vejo o nosso presidente em estágio....uma pessoa com 58 títulos. Nem tenho condições para olhar olhos nos olhos o nosso presidente, a nossa única referência é o nosso presidente", referiu em tom exaltado.

E continuou sobre Casillas e a sua não utilização em Leipzig: "Se fosse um problema disciplinar não estava nos convocados, o que tem sido dito é ridículo, não entendo a máquina que está a funcionar. O Júlio César tem 26 títulos e está no banco, do Iker não há nada a dizer, tem um comportamento fantástico. Não tenho nada a dizer sobre o Iker. Ele disse à frente do grupo todo; zero. Querem que o chame? Posso tomar uma opção?"

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG