Ronaldo irritou-se

O capitão português não gostou da forma como a Islândia jogou - "mentalidade de equipa pequena". No entanto, entende a frustração dos portugueses e lembra que o que importa "não é como começa mas como acaba"

Cristiano Ronaldo estava visivelmente agastado no final do jogo quando passou pela zona mista para falar à comunicação social. Para o capitão da seleção, só uma equipa quis jogar, não poupando críticas à seleção islandesa, a quem acusou de antijogo durante toda a partida.

"A Islândia, como todos viram, foi só pontapé para a frente. Depois de marcarem o golo, meteram o autocarro atrás e fizeram antijogo durante praticamente todo o jogo. Penso que não há dúvidas sobre a tática que utilizaram. Não queriam fazer mais. Sabíamos que isso ia acontecer e que se marcássemos o segundo golo o jogo tornava-se fácil, mas infelizmente não aconteceu. Tentámos, tentámos, mas não conseguimos. Mas estivemos lá a lutar para marcar mais golos. A Islândia fez dois remates e não fez mais nada", começou por dizer Cristiano Ronaldo, que em declarações à imprensa inglesa foi ainda mais contundente nas críticas aos islandeses.

"A Islândia celebrou o empate como se tivessem ganho o Campeonato da Europa. Isso revela uma mentalidade pequena. É por isso que nunca vão ganhar nada", atirou o n.º 7 português, que ontem igualou Luís Figo como o mais internacional de sempre (127 jogos oficiais pela turma das quinas), analisando depois a exibição de ontem de Portugal frente aos islandeses.

"Fomos melhores do que a Islândia durante os 90 minutos, criámos mais oportunidades e podíamos ter ganho. No entanto, acabou por não ser um jogo muito bonito porque só uma equipa quis jogar e isso também nos prejudicou", reforçou o avançado da seleção nacional, desvalorizando depois o empate: "Isto não é como começa mas como acaba. O futebol é mesmo assim, nem sempre podemos ganhar. Para alguns jogadores foi a primeira vez no Europeu e houve algum nervosismo. É algo normal. É um ponto mas podíamos ter feito três", considerou o capitão de Portugal

Apesar do empate, que deixa Portugal no grupo F com os mesmos pontos dos islandeses e menos dois do que a líder Hungria, Cristiano Ronaldo continua a sonhar alto neste Campeonato da Europa.

"É o primeiro jogo, temos de estar tranquilos. Nada está perdido. Começou agora a competição. Se repararmos, todas as equipas candidatas a ganhar o Euro tiveram muitas dificuldades, como foram os casos de Espanha e França. Começou hoje [ontem], empatámos e ganhámos um ponto. Há que pensar que no próximo vai correr melhor. Temos os nossos objetivos, como sempre revelámos, e vamos continuar a lutar por eles", garantiu o capitão de Portugal, que ontem não ficou em branco, mas tem ainda mais jogos para tentar quebrar o recorde de único jogador que marcou em quatro Campeonatos da Europa. A próxima oportunidade é já no sábado, diante da Áustria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG