Euro2016: Adepto húngaro condenado a seis meses de prisão efetiva

Adeptos envolvidos em incidentes antes do jogo com a Islândia.

Um adepto húngaro foi esta segunda-feira condenado a seis meses de prisão efetiva, e dois outros a dois meses de prisão com pena suspensa, devido aos incidentes no estádio Vélodrome, antes do jogo Islândia-Hungria (1-1), do Euro2016.

A pena mais pesada abrange ainda uma interdição de entrar em território francês, após o cumprimento da pena. Trata-se de um adepto húngaro de 25 anos, considerado culpado depois de ter participado em confrontos com seguranças e polícias, numa das tribunas do estádio, em Marselha. O jovem foi identificado pelas imagens de videovigilância do estádio, inserido num grupo de adeptos húngaros que agrediram um polícia.

Mais de uma dúzia de condenações foram já pronunciadas pelo Tribunal Correcional de Marselha desde o início do Euro2016 por atos de violência dos adeptos. Na sequência do jogo Inglaterra-Rússia, a 11 de junho, três adeptos russos foram condenados a 12,18 e 24 meses de cadeia efetiva, por terem atacado adeptos ingleses, na batalha campal, que correu mundo, junto ao antigo porto da cidade de Marselha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG