As mensagens de apoio à seleção de 20 ex-internacionais

Através do DN, 20 internacionais portugueses transmitem uma mensagem de força e confiança à seleção nacional que hoje poderá fazer história em Paris, caso derrote a França e conquiste o primeiro título numa fase final, 12 anos depois da desilusão caseira com a Grécia na final do Euro 2004

Toni

"Os nossos jogadores levam-me a acreditar que será possível cumprirmos o sonho de sermos campeões da Europa. A equipa cresceu depois de uma fase de grupos que não foi brilhante e quando se tem o melhor do mundo o capital de confiança aumenta. Não há nenhum treinador que não queira conciliar as exibições com os resultados mas eu percebo Fernando Santos pela forma pragmática como colocou a equipa a jogar. E não nos podemos esquecer de que foi o selecionador quem desde a primeira hora apresentou um discurso ambicioso, dizendo que só voltaríamos para casa no dia 11."

Octávio Machado

"Depois de um magnífico percurso, só há uma solução: ganhar esta final. Temos razões mais do que suficientes para acreditar e o trajeto percorrido dá-nos toda a confiança. Neste momento tão especial, o meu desejo é que os jogadores desfrutem do facto de estarem numa final do Campeonato da Europa, que se divirtam e que joguem aquilo de que são capazes. Não é por acaso que o jogador português é tão requisitado no mundo inteiro e aproveito para destacar o papel que a formação do Sporting tem tido para a evolução do nosso futebol."

Nuno Gomes

"Desejo que a seleção nacional possa fazer história. Todos os portugueses estão muito orgulhosos com a presença na final do Europeu, trata-se de um grande feito. Mas como se costuma dizer, as finais são para se ganhar e Portugal não pode ficar feliz apenas por atingir a final. Um país inteiro está a torcer e peço aos jogadores que acreditem, até porque têm qualidade mais do que suficiente para se baterem com qualquer equipa. Joguem por vocês, pela família e pelo país!"

Miguel Veloso

"Isto não é como começa, é como acaba. As críticas que a equipa sofreu na fase de grupos trouxeram uma maior coesão do grupo, com todos a lutarem no mesmo sentido. Sempre acreditei que iríamos à final e a confiança que o mister Fernando Santos transmitiu, ao dizer que só voltaria a Portugal no dia 11, foi muito importante. Todos os 23 convocados demonstraram que estão à altura de defender Portugal e esse equilíbrio no grupo é uma das chaves do sucesso."

Álvaro Magalhães

"O objetivo publicamente assumido pelo grupo era chegar à final, mas já que lá chegámos, agora naturalmente só poderemos pensar em ganhar. Temos demonstrado um grande espírito coletivo, embora sem grande qualidade de jogo. Mas jogando bem ou mal, o importante é sermos campeões da Europa. Acredito na vitória porque Portugal normalmente dá-se bem com as equipas mais fortes, pois joga com uma concentração e um respeito pelo adversário diferentes do que quando o rival é mais fraco."

José Augusto

"Peço apenas uma coisa à nossa seleção: que jogue o que sabe e como sabe, demonstrando a mesma solidariedade e amizade profissional que conseguiu construir ao longo deste último mês e meio. Tenho a noção de que as pessoas não nos dão como favoritos com a França mas trata-se da nossa grande oportunidade de ganharmos uma grande competição. Paris, a cidade do romantismo, merece ver o perfume do jogo de Portugal, que conseguimos apreciar na segunda parte do jogo com o País de Gales."

Jaime Magalhães

"Quero dar os parabéns a todo o grupo, têm sido verdadeiramente fantásticos, a começar por Fernando Santos, que calou muitos papagaios que pensam que percebem tudo de futebol. A maioria nunca jogou futebol na vida e não percebe que os jogadores chegam a esta altura da época muito desgastados. Desejo que Portugal continue a lutar como até aqui, demonstrando a mesma inteligência. Em 2004 não foi possível ganharmos o Europeu realizado em casa, mas penso que agora poderemos trazer a taça para Portugal."

Paulo Madeira

O meu pedido é que Portugal continue com o que de bom tem feito, pois se assim for estará perto de vencer a final. Realço o espírito de grupo entre os nossos jogadores, que sem dúvida tem sido uma das razões para o sucesso e não duvido de que também será assim nesta final. Acho que a França não é favorita, tal como nós não somos, lembro que estamos no lote das cinco melhores seleções do mundo... Uma vez conquistado o primeiro título sénior a nível de seleções, mais se seguirão."

Hilário da Conceição

"Quero transmitir uma mensagem de calma e tranquilidade aos nossos jogadores. Vai ser canja sermos campeões da Europa. Portugal dá-se bem quando defronta grandes vedetas e por isso vamos ganhar a França. Reconheço que as exibições neste Europeu não têm sido as melhores, mas isso ficou-se a dever ao facto de a grande maioria dos jogadores ter chegado com grande cansaço ao Europeu. Só o Pepe e o Quaresma é que estavam no auge."

Vítor Paneira

"Alguns duvidaram mas agora todos acreditamos que Portugal pode ser campeão da Europa. Portugal apresentou um rendimento muito uniforme na fase a eliminar e não sofre golos desde a Hungria, no último jogo do grupo. Hoje funcionamos claramente como uma equipa e ultrapassámos as muitas dúvidas que se colocavam nos primeiros três jogos, em que efetivamente não estivemos a um nível elevado. Vamos entrar em campo com toda a força e acredito que iremos trazer a taça para Portugal."

Rui Bento

"A mensagem que quero transmitir aos nossos jogadores é que têm o país com eles. Acredito plenamente que temos todas as condições para nos sagrarmos campeões europeus. O mais difícil está feito, embora agora até pareça que foi fácil chegar aqui. Mas a verdade é que só duas equipas conseguiram aceder à final... Vamos defrontar uma grande seleção mas não devemos nada à França em qualidade. Os jogadores só têm de ser eles próprios, sabendo que as finais não são jogos para desfrutar mas sim para ganhar."

Beto

"Desejo a maior sorte do mundo para Portugal e que tragam o "caneco" para o nosso país. No entanto, independentemente do resultado, já estão de parabéns pelo que fizeram. As críticas fazem parte da vida e do futebol, mas acho que houve muitas destrutivas e não construtivas a esta equipa. Fernando Santos mostrou grande capacidade de liderança e vai conseguir que os jogadores entrem em campo tranquilos neste jogo importantíssimo. Para além do trabalho de jogadores e treinadores, quero deixar uma palavra à competência da nossa equipa médica."

António Folha

"Quero dizer aos nossos jogadores que Portugal tem muito orgulho neles. Acredito que vai ser desta que ganharemos o nosso primeiro título na seleção A, assim os jogadores continuem a mostrar a mesma solidariedade. Fernando Santos tem feito um trabalho verdadeiramente espetacular. Só consigo qualificar dessa forma um treinador que leva Portugal à final do Campeonato da Europa. A equipa tem de entrar com confiança, sabendo que todo um país está a apoiá-la."

Eurico Gomes

"Quero dar os parabéns aos nossos jogadores e desejar que continuem a ser eles mesmos. Os objetivos têm sido concretizados de forma integral e quanto ao facto de as exibições não estarem a ser as desejadas, nem tudo pode ser sempre perfeito... O país está orgulhoso deles de qualquer forma... Sempre disse a amigos meus que o título europeu ou mundial apareceria quando menos esperássemos. Elogio Fernando Santos, que nunca teve receio de dizer que Portugal era favorito e iria à final."

Luís Vidigal

"Quero dar os parabéns aos jogadores e à equipa técnica por este feito extraordinário. Fizeram um trajeto muito seguro neste Europeu e atingiram a final, ao contrário do que a esmagadora maioria dos portugueses pensava. Este grupo de trabalho deu uma resposta à altura a todas as críticas injustas que recebeu. Na final, é manter o mesmo espírito, misturando pragmatismo com irreverência. Uma palavra especial para o trabalho de Fernando Santos, estou cem por cento de acordo quando diz que jogar futebol é uma coisa diferente de jogar à bola."

Augusto Inácio

"Peço à nossa seleção que demonstre o mesmo coração, a mesma união e a mesma capacidade de sacrifício que tem exibido. Acima de todo, eles têm a honra de lutar pelo país. Ainda não apanhámos o tão falado "tubarão", será agora a França na final e a oportunidade para nos afirmarmos e mostrarmos que podemos mesmo ser campeões europeus. Esta equipa demonstra que, muitas vezes, mais importante do que a qualidade do futebol jogado, é o pragmatismo e a união. Desejo aos nossos jogadores toda a força para a final."

Carlos Xavier

"Continuem a demonstrar a mesma união e força de vontade. Sempre acreditei que iríamos à final e até tinha comentado que lá chegaríamos só com empates. Mas no dia do jogo com o País de Gales mudei de ideias e disse que ganharíamos nos 90 minutos. Estava certo! Muitas pessoas gozaram com o Fernando Santos quando disse que só voltava a Portugal no dia 11, mas tiveram azar e ele agora talvez só volte é a 12, devido aos festejos do título de campeão europeu! Quero agradecer tudo o que o Cristiano Ronaldo tem feito por Portugal e que continue a bater todos os recordes."

Fernando Mendes

"Nesta final vamos ser dez milhões de portugueses que irão ajudar a equipa a correr. Podemos não apresentar um futebol bonito, mas o que interessa é o facto de termos uma solidariedade, uma entrega e um espírito de sacrifício como há muito não se via na seleção nacional. Acima de todos, é o selecionador que merece este sucesso. E também tenho de lembrar o Cristiano Ronaldo, é pena que alguns portugueses se esqueçam do sacrifício por que ele passou para recuperar da lesão e estar neste Europeu, tal como sucedeu no Mundial do Brasil."

Nélson

"A minha mensagem é que os jogadores continuem a ser humildes e que tenham noção da enorme responsabilidade que este jogo representa, pois estão à beira de concretizar um grande feito. Portugal funciona melhor com as grandes seleções, por isso estou confiante na vitória com a França. Não gostei da fase de grupos, mas a equipa foi muito mais atrevida na fase a eliminar e a bela segunda parte com o País de Gales enquadra-se mais no habitual estilo de jogo de Portugal. Estou em crer que o Cristiano Ronaldo irá aparecer em grande na final."

António Sousa

"O mais importante é Portugal ignorar o adversário e pensar apenas em si próprio e no pequeno passo que lhe falta dar para fazer história e conquistar o seu primeiro grande título internacional na seleção A de futebol. Que continuem a mostrar a mesma humildade, deixando mais uma vez tudo dentro de campo. A história diz-nos que somos mais fortes diante de grandes adversários. É verdade que não somos os favoritos diante da França, mas estou convencido de que nos vamos superar e iremos ser melhores."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG