Chineses voltam ao ataque, agora no Southampton

Lander Sports Development, construtora de estádios de futebol, vai assumir uma participação do Southampton por mais de 230 milhões de euros

A construtora chinesa de estádios Lander Sports Development anunciou na quinta-feira que chegou a acordo para comprar uma participação no Southampton, clube que disputa a Primeira Liga inglesa.

Os clubes Manchester City e West Bromwich Albion, que também disputam a prova máxima do futebol em Inglaterra, contam já com acionistas chineses.

Num comunicado difundido na bolsa de Shenzhen, a Lander Sports disse ter assinado um acordo para comprar uma participação no grupo St Mary's Football Group, a sociedade que controla o Southampton.

O comunicado não detalha o valor a ser pago pelo grupo chinês, mas a imprensa inglesa fixa aquele montante em 200 milhões de libras (235 milhões de euros).

Em comunicado, a dona do clube, Katharina Liebherr, garantiu aos adeptos que "qualquer decisão será tomada tendo em conta os interesses do clube" e que qualquer movimento necessitará de "múltiplas aprovações".

"A Premier League (Primeira Liga inglesa) está cada vez mais competitiva; precisamos de seguir em frente e procurar novos mercados com potencial de crescimento e de inovação", acrescentou.

Outros clubes europeus, como os espanhóis do Atlético de Madrid, os franceses do Lyon, ou os 'gigantes' de Milão, contam já com acionistas chineses.

Já em Portugal, a II Liga é desde o ano passado patrocinada pela Ledman, firma com sede em Shenzhen, no sul da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG