Djokovic arrasa Nishikori e junta-se a Murray na final

Djokovic pode recuperar a liderança da hierarquia ATP na final do ATP World Tour Finals, em Londres

O tenista sérvio Novak Djokovic, número 2 mundial, qualificou-se hoje com grande facilidade para a final do ATP World Tour Finals, em Londres, juntando-se ao britânico Andy Murray, ao arrasar o japonês Kei Nishikori.

Djokovic 'passeou' frente ao quinto cabeça de série, que bateu por um duplo 6-1, em apenas uma hora e sete minutos, num embate sem história.

Bem diferente, foi a primeira meia-final, um duelo muito equilibrado, que se prolongou por três horas e 39 minutos, com Murray a perder o primeiro parcial, por 7-5, e a vencer os restantes no 'tie-break', por 7-5 e 11-9, respetivamente.

O escocês teve mesmo de salvar um 'match point', no 'tie-break' final, quando Raonic, o quarto cabeça de série, ficou a vencer por 9-8, já depois de também ter salvado três, quando Murray se adiantou para 6-5, 7-6 e 8-7.

Murray manteve-se, assim, na corrida a acabar o ano na liderança do 'ranking', o que aconteceria pela primeira vez na sua carreira, mas, para isso, terá de derrotar domingo Novak Djokovic.

O escocês procura o primeiro título no ATP World Tour Finals, enquanto Djokovic vai tentar vencer a competição pela sexta vez e recuperar a liderança do 'ranking'.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG