Costa Rica vence Nova Zelândia e conquista última vaga para o Mundial

Os costa-riquenhos vão participar no seu sexto Campeonato do Mundo graças a um golo de um ex-jogador do Sporting.

A Costa Rica conquistou hoje a 32.ª e última vaga no Campeonato do Mundo de 2022, ao vencer a Nova Zelândia por 1-0, no play-off intercontinental de apuramento para o Mundial do Qatar entre CONCACAF e Oceânia.

Em Doha, um golo de Joel Campbell, ex-jogador do Sporting, logo aos três minutos, selou o apuramento dos costa-riquenhos, que repetem as presenças de 1990, 2002, 2006, 2014 e 2018.

A formação da América Central tem como melhor classificação num Mundial o oitavo lugar conseguido em 2014, edição em que caiu nos quartos-de-final, diante dos Países Baixos, no desempate por penáltis (3-4, depois de 0-0 nos 120 minutos).

O conjunto costa-riquenho começou, praticamente, a ganhar, com Joel Campbell a responder no centro da área, com um desvio subtil, a um centro da esquerda de Jewison Bennette.

Até ao intervalo, a Nova Zelândia foi mais perigosa, com Alex Greive a ameaçar, aos 11 minutos, e Chris Wood a empatar, aos 39, num tento que acabou, no entanto, por ser anulado por falta anterior de Matthew Garbett, assinalada após indicação do VAR.

Na segunda metade, a Costa Rica entrou com três novidades, incluindo o também ex-leão Bryan Ruiz, e tentou controlar as operações, ficando com vida mais facilitada a partir dos 69 minutos, com o vermelho direto mostrado a Kosta Barbarouses.

Mesmo com menos um, os neozelandeses tentaram tudo para, pelo menos, chegar ao prolongamento, mas Clayton Lewis viu o seu remate ser detido por Keylor Navas, aos 76 minutos, e, na parte final, Chris Wood não teve eficácia, nomeadamente aos 84 e 85.

Na fase final, a Costa Rica vai ficar no Grupo E, juntamente com as campeãs mundiais Alemanha (1954, 1974, 1990 e 2014) e Espanha (2010) e o Japão. A estreia está agendada para 23 de novembro, face aos espanhóis.

A formação costa-riquenha é a quarta da CONCACAF a seguir para a fase final do Mundial2022, juntando-se a Canadá, Estados Unidos e México.

O maior contingente pertence à Europa, com 13 seleções, incluindo Portugal, que cumpre a oitava participação e sexta consecutiva, e também Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, País de Gales, Países Baixos, Polónia, Sérvia e Suíça.

A fase final conta também com cinco seleções de África (Camarões, Gana, Marrocos, Senegal e Tunísia), quatro da América do Sul (Argentina, Brasil, Equador e Uruguai) e seis da Ásia (Arábia Saudita, Austrália, que é da Oceânia, mas compete na zona asiática, Coreia do Sul, Irão, Japão e o anfitrião Qatar).

O Mundial de 2022 realiza-se no Qatar, de 21 de novembro a 18 de dezembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG