'Condenado' Colónia ainda respira: desta vez, tombou o RB Leipzig

Após ter somado apenas três pontos nas primeiras 16 jornadas da Bundesliga, equipa de Stefan Ruthenbeck está em franca recuperação. Este domingo, venceu em Leipzig (1-2) fazendo os touros caírem para o 6.º lugar

Se o título alemão de futebol parece entregue (o Bayern Munique lidera, com 20 pontos de avanço sobre o Borussia Dortmund, que tem menos um jogo, e o Schalke 04), a luta pela fuga à descida de divisão na Bundesliga ganhou um novo impulso nas últimas jornadas. Enquanto histórico o Hamburgo parece cada vez mais submerso abaixo da linha de água, o condenado Colónia ainda respira: este domingo, continuou a sua franca recuperação, vencendo em casa do RB Leipzig (1-2).

Após apenas ter somado três empates nas primeiras 16 jornadas da liga alemã, a equipa de Stefan Ruthenbeck recuperou a esperança numa manutenção que parecia quase impossível. Somou 14 pontos nos últimos oito jogos. E, mesmo sem sair do último lugar - 17 pontos, em igualdade com o Hamburgo (11 partidas sem vencer) - ganhou um embalo surpreendente.

Este domingo, Die Geißböcke (Os Bodes) tombaram o RB Leipzig, que assim caiu para o 6.º lugar da Bundesliga. A equipa do português Bruma até ficou cedo em vantagem - marcou Jean-Kévin Augustin, ao minuto 5. No entanto, Vincent Koziello (70') e Leo Bittencourt (77') deram a volta ao marcador, na segunda parte.

O quarto triunfo sob o comando de Ruthenbeck - que, em dezembro, rendeu Peter Stöger (transferido para o Borussia Dortmund) - fez o Colónia ficar a sete pontos de distância do Colónia, 16.º classificado da liga alemã (posição de play-out contra o 3.º da II Bundesliga): uma distância ainda considerável, mas não impossível de ultrapassar, para quem tem recuperado do atraso jornada após jornada.

Quanto ao RB Leipzig, caiu para 6.º lugar (38 pontos) também devido ao triunfo do Schalke 04, este domingo, no terreno do Bayer Leverkusen (0-2). Marcaram Burgstaller (11') e Bentaleb (89'). A equipa de Gelsenkirchen está agora no 3.º lugar, com os mesmos 40 pontos do 2.º, Borussia Dortmund, que só na segunda-feira recebe o Augsburgo. Na 4.ª posição está o Eintracht Frankfurt (39) e na 5.ª o Bayer Leverkusen (38).

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.