Sporting de Braga vence Sporting e empata final

O Sporting de Braga venceu hoje o Sporting por 5-4, no segundo jogo da final do 'play-off' do campeonato nacional de futsal, num jogo muito emotivo e marcado por um erro grave do guarda-redes Marcão.

Depois do triunfo caseiro dos 'leões' no domingo (3-1), os minhotos empataram a final, que terá, no mínimo, mais dois jogos, o primeiro dos quais domingo, na casa do Sporting que, hoje, deixou duas suas principais 'estrelas' (Cavinato e Fortino) na bancada.

Num pavilhão da Universidade do Minho a 'arrebentar pelas costuras', o Sporting de Braga entrou quase literalmente a ganhar: aos 10 segundos de jogo, depois de primorosa assistência de Nilson de calcanhar, Tiago Brito inaugurou o marcador com um 'chapéu' a Marcão.

A resposta do Sporting chegou aos três minutos, com Dieguinho, à boca da baliza, após canto da esquerda, a falhar o empate.

O jogo seguia equilibrado, com o Sporting com mais bola e a criar mais perigo, mas foram os bracarenses a aumentar a vantagem: André Coelho foi mais forte do que Caio Japa e, à saída de Marcão, rematou rasteiro fazendo o segundo.

Ainda que lento e previsível, o Sporting esteve perto de reduzir por Pedro Cary, mas o remate foi ao poste. Um minuto depois, Merlim deu corpo à reação 'leonina', após boa iniciativa (13 minutos).

Os 'leões' apertaram nos últimos minutos, mas Xot esteve inultrapassável, já depois de alguns incidentes nas bancadas aquando da chegada das claques do Sporting, já a primeira parte ia avançada.

O Sporting retomou a segunda parte com intenção de chegar ao empate, mas foi o Braga a dilatar, por André Machado, a concluir um rápido contra-ataque (23 minutos).

Merlim voltou a reduzir a diferença para os verde-e-brancos, com um remate que ainda embateu num defesa 'arsenalista' e no poste, traindo Xot (30).

Com 10 minutos para jogar, a tensão aumentou na quadra e fora dela e seria o Sporting, mais experiente, a saber melhor lidar com ela, com Dieguinho, de calcanhar, após bom trabalho de Diogo na direita, a igualar o jogo, aos 34 minutos.

Mais frescos, os 'leões' quase consumaram a reviravolta, aos 36 minutos, mas Tiago Brito impediu o golo a Paulinho com um grande corte quase em cima da linha de baliza.

Mas, no espaço de um minuto (37), o Sporting de Braga marcou dois golos e decidiu o jogo.

Nilson aproveitou um erro incrível de Marcão, roubando a bola ao guarda-redes sportinguista que tentava sair a jogar e rematou para a baliza deserta.

O Sporting passou, então, a jogar sem guarda-redes para tentar superioridade numérica no ataque, mas uma perda de bola permitiu o remate ainda do seu meio-campo de Tiago Brito e o quinto golo dos minhotos.

Cary ainda reduziu a um minuto do fim, mas o triunfo não fugiu à equipa da casa.

Jogo no pavilhão da Universidade do Minho, em Braga.

Sporting de Braga -- Sporting, 5-4.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Tiago Brito, 01 minutos.

2-0, André Coelho, 08.

2-1, Merlim, 13.

3-1, André Machado, 23.

3-2, Merlim, 30.

3-3, Dieguinho, 34.

4-3, Nilson, 37.

5-3, Tiago Brito, 37.

5-4, Pedro Cary, 39.

Equipas:

- Sporting de Braga: Xot, André Machado, Tiago Brito, Nilson e André Coelho. Jogaram ainda Tiago Cruz, Eli Júnior, Marinho, Bruno Cintra e Marafona.

Treinador: Paulo Tavares.

- Sporting: Marcão, Pedro Cary, João Matos, Merlim e Dieguinho. Jogaram ainda Paulinho, Diogo, Deo, Caio Japa, Anilton e Varela.

Treinador: Nuno Dias.

Árbitros: Cristiano Santos (Porto) e Eduardo Coelho (Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Cruz (27), Varela (28), Tiago Brito (33), Marafona (33) e Merlim (40).

Assistência: cerca de 2.000 espetadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG