ABC vence Sporting e ergue Supertaça

O ABC, detentor da Taça de Portugal, conquistou hoje a Supertaça de andebol ao vencer o campeão nacional Sporting, por 26-21, em encontro que decorreu no Pavilhão Municipal da Mêda, no distrito da Guarda.

O 'leão' Cláudio Pedroso foi o primeiro a marcar e a dar ao Sporting a liderança, mas o ABC deu a volta com golos de Nuno Silva, reforço que veio do Madeira SAD, e Carlos Martins, assumindo um comando que, salvo igualdades aos 07-07 e 08-08, não mais largaria.

Com o resultado em 4-3, com oito minutos de jogo, o Sporting sofreu a contrariedade da exclusão de Frankis Carol, por uma entrada mais dura sobre Carlos Martins, e na conversão do livre de sete metros Hugo Rocha elevou a diferença pra 5-3.

A eficácia na marcação dos livres de sete metros e na execução dos lances de contra-ataque foram uma constante na equipa bracarense, face a um Sporting a cometer muitas falhas técnicas, pelo que o ABC abriu vantagem para uma diferença de três golos aos 13-10.

O Sporting já tinha lançado o reforço Tiago Rocha no jogo e a diferença só não era ainda maior pela atuação do guarda-redes Matej Asanin, que se impôs no duelo direto com o pivot Hugo Rocha e foi impedindo o marcador de funcionar para o ABC.

Aos 25 minutos, num dos momentos mais aguardados do jogo, o bracarense Dario Andrade entrou na partida, num regresso que foi saudado pelos espetadores presentes, dado o ponta ter anunciado, no final da Taça de Portugal, há três meses, o fim da carreira.

Depois de Tiago Rocha ter reduzido para a diferença mínima de um golo, aos 13-12, e de Décio Pina voltar a colocar em dois para o ABC (14-12), com uma jogada aérea, o Sporting sofreu nova contrariedade com a lesão de Pedro Portela.

O intervalo chegou com o Sporting a voltar a reduzir para a diferença mínima (14-13), com um golo de Edmilson Araújo sem o guarda-redes Humberto Gomes na baliza, e a segunda parte começou com dois golos de Carlos Martins (16-13).

Edmilson Araújo, com cinco golos, Cláudio Pedroso e Carlos Ruesga, ambos com quatro, ainda procuraram contrariar o ascendente do ABC, que aos poucos, com o decorrer do encontro, foi ficando confortável no jogo e no marcador.

O ABC voltou a conquistar uma vantagem de três golos aos 18-15, mas o Sporting voltou a anular a diferença com um parcial de três golos consecutivos, aos 18-18, por Tiago Rocha e Carlos Ruesga (dois).

Após novo empate aos 19-19, por Carlos Carneiro, e com 15 minutos para jogar, o ABC embalou para um final de jogo irrepreensível a todos os níveis, que culminou com um parcial de sete golos marcados e apenas dois sofridos (26-21).

No capítulo da eficácia da concretização, destaque para Nuno Silva e Hugo Rocha, ambos com sete golos, seguidos de Carlos Martins, com quatro. O ABC ficou ainda privado de Délcio Pina, que foi excluído a 12 minutos do fim do encontro.

ABC e Sporting reeditaram no início da época de 2017/18 o duelo com que encerrou a de 2016/17, em que os bracarenses conquistaram a Taça de Portugal, por 35-33 no prolongamento (30-30), e com o mesmo desfecho desfavorável para os leões'.

Com este triunfo, o ABC passou a ser o clube com mais Supertaças conquistadas, sete, desfazendo a parceira que vinha mantendo com o FC Porto, que soma seis, seguido do Benfica, com cinco, e Sporting, com três.

Jogo no Pavilhão Municipal da Mêda, Guarda.

Sporting -- ABC, 21-26.

Ao intervalo: 13-14.

Sob a arbitragem de Duarte Nuno Gonçalves Santos e Ricardo Luís Vieira Fonseca as equipas alinharam e marcaram com os seguintes jogadores:

- Sporting: Matej Asanin (g.r.), Pedro Valdes, Pedro Portela, Michal Kopco (1), Bosko Bjelanovic (1), Cláudio Pedroso (4), Carlos Ruesga (4), Frankis Carol, Tiago Rocha (3), Carlos Carneiro (1), Francisco Tavares (1), Edmilson Araújo (5), Ivan Nikcevic (1), Janko Bozovic e Felipe Ribeiro.

Treinador: Hugo Canela.

- ABC: Humberto Gomes (g.r), Délcio Pina (2), Hugo Rocha (7), Roberto Ferreira (1), Carlos Bandeira (2), João Peixoto, Nuno Silva (7), Dario Andrade, Carlos Martins (4), Belmiro Alves (1), Hugo Rosário (1) e Tomás Albuquerque (1).

Treinador: Jorge Rito.

Assistência: cerca de 700 espectadores.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG