Colômbia vence Estados Unidos e assegura terceiro lugar

Chile e Argentina disputam hoje a final

A Colômbia conquistou no sábado o terceiro lugar da Copa América Centenário, ao derrotar os Estados Unidos por 1-0, num encontro que dominou, mas que os norte-americanos mereciam pelo menos o empate.

Um golo de Carlos Bacca, aos 31 minutos, foi o suficiente para os colombianos conquistarem a terceira posição da prova sul-americana.

A culminar uma melhor primeira parte, a seleção colombiana chegou à vantagem aos 31 minutos, numa combinação entre James Rodriguez, Juan Quadrado e Santiago Arias, que assistiu Carlos Bacca na área para o 1-0.

Embora tenha dominado logo de início, só aos 12 minutos surgiu finalmente a primeira real situação de perigo, num forte remate de James Rodriguez à entrada da área, mas que Tim Howard correspondeu com uma excelente defesa.

Os norte-americanos reagiram volvidos quatro minutos, tendo Dempsey, a passe de Alejandro Bedoya, rematado com perigo, mas um defesa contrário antecipou-se e cortou para canto.

Os Estados Unidos equilibraram a partida, mas a Colômbia fez vir ao de cima as suas individualidades e, aos 31 minutos, adiantou-se no marcador, num lance iniciado em Quadrado na direita, este serviu James Rodriguez, que 'picou' a bola para Santiago Arias e este, em plena área, colocou em Carlos Bacca, que, com a baliza à sua mercê, não falhou.

Os norte-americanos podia ter igualado aos 37 minutos, num lance em que Jermaine Jones rematou de primeira em plena área, mas Zapata estava no caminho da bola e evitou o golo.

Aos 51 minutos, os Estados Unidos só não chegaram ao empate porque David Ospina, com um grande voo, evitou que o remate de Clint Dempsey, após livre direto, entrasse no ângulo superior esquerdo da sua baliza.

A Colômbia podia ter ampliado aos 61, num lance 'fabricado' por Juan Quadrado, que fez um 'chapéu' a Tim Howard, mas a bola foi à barra.

Na resposta, os Estados Unidos voltaram a estar perto do empate, num trabalho de Bobby Wood na área contrária, que culminou com um remate forte ao poste esquerdo de Ospina.

Os norte-americanos mantiveram a pressão na busca do golo do empate, mas sem conseguirem criar verdadeiros embaraços à defesa colombiana e foi mesmo o conjunto sul-americano que voltou a estar perto do 2-0, depois de um 'tiro' de Edwin Cardona, aos 82 minutos, ter sido novamente defendido por Tim Howard.

A final da edição que marca os 100 anos da competição está marcada para hoje, entre o Chile, detentor do título, e a Argentina, finalista da edição passada, em encontro que será disputado no MetLife Stadium, em East Rutherford.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG