Ciclista Iúri Leitão dá o primeiro ouro de Portugal nos Europeus multidesportos

O corredor português deu duas voltas de avanço ao restante pelotão e, assim, geriu apenas a vantagem e assegurou o título europeu - que já tinha conquistado em 2020, na Bulgária.

O ciclista português Iúri Leitão conquistou este sábado a medalha de ouro em scratch - uma modalidade de ciclismo de pista - masculino dos Europeus multidesportos de Munique, na Alemanha, a primeira de Portugal, ao vencer destacado a prova.

O jovem corredor português, de 24 anos, que já tinha sido medalha de prata em perseguição nos mundiais, atacou desde muito cedo, tendo colocado duas voltas de avanço ao restante pelotão e conseguido depois gerir a vantagem para assegurar o título europeu.

"Uma coisa é imaginarmos no hotel, fazer uma projeção da corrida, outra é chegar aqui e conseguir concretizar. Queremos ganhar, mas os nossos adversários também. Todos trabalham igualmente para estar aqui a disputar a corrida. Deixa-me imensamente feliz e orgulhoso poder vencer desta forma", afirmou.

Iúri Leitão repete assim o título alcançado em 2020 em Plovdiv, Bulgária, contudo, frisa, "em outros moldes, num ano em que nem toda a gente pôde competir", devido à covid-19.

"Não imaginava chegar aqui e fazer uma prova deste nível, mas vim com o pensamento de poder ganhar. Sei que sou capaz. Eu e a seleção temos trabalhado muito para estarmos ao mais alto nível da Europa e do Mundo", acrescentou.

O ciclista assumiu o "enorme orgulho de ser português", agradeceu o crescente apoio ao ciclismo de pista e revelou estar "imensamente feliz" pelo espetáculo que proporcionou aos compatriotas.

"Muito obrigado a todo o país. Continuem a torcer por nós, pois o apoio faz muita falta", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG