Carvalhal já só está a uma vitória de subir à Premier League

Um empate (1-1), esta segunda-feira, em Brighton & Hove apurou o Sheffield Wednesday, equipa treinada pelo português, para a final do play-off de subida de divisão.

Para Carlos Carvalhal, o sonho de devolver o Sheffield Wednesday à Premier League, 16 anos depois da última presença, pode estar a apenas 90 minutos (e uma vitória) de distância: esta segunda-feira, o clube treinado pelo português empatou (1-1) na visita ao Brighton & Hove Albion e apurou-se para a final do play-off de subida do Championship (a segunda liga inglesa). O jogo decisivo - a 28 de maio, Estádio de Wembley - deve ser contra o Hull City (que procura terça-feira confirmar o apuramento).

O Sheffield Wednesday nem era um candidato declarado à subida de divisão mas Carvalhal transformou as corujas (the owls é a alcunha da equipa) em outsiders a ter em conta. Primeiro, apurou o clube - que pena nas divisões secundárias desde 2000/2001 e há quatro anos estava no terceiro escalão - para o play-off que envolve os 3.º, 4.º, 5.º e 6.º classificados do Championship (Burnley e Middlesbrough subiram de forma direta). E esta segunda-feira, conseguiu derrubar o maior favorito, que fora 3.º da fase regular, com 15 pontos de avanço sobre o Wednesday (6.º).

A equipa de Sheffield, onde também jogam os portugueses Semedo, Marco Matias e Lucas João, deu um grande passo em frente na passada sexta-feira, ao vencer a 1.ª mão do play-off, em casa, por 2-0 (golos de Ross Wallace e de Kieran Lee). E, esta segunda-feira, em Brighton & Hove, só teve de confirmar a vantagem, arrancando o empate. Um golo de Dunk Lewis (ao minuto 19) ainda alimentou a esperança das gaivotas (the seagulls) regressarem ao primeiro escalão, que não frequentam desde 1982/83. No entanto, o 1-1, de Ross Wallace (aos 28") sentenciou a eliminatória.

Agora, só falta a Carlos Carvalhal confirmar quem será o rival da final de Wembley, mas o Hull City parte em clara vantagem para a receção ao Derby County (terça-feira, 19.45). Os tigres (the tigers), que desceram à segunda liga na temporada passada, venceram a 1.ª mão, no terreno dos carneiros (the rams), por claros 0-3. Por isso, o Derby County terá uma missão muito difícil para manter viva a esperança de voltar à Premier League, oito anos depois.