Caos em Bruxelas após derrota da Bélgica

Cerca de 150 jovens atearam fogo a um contentor, lançaram petardos e em seguida danificaram veículos.

A derrota da Bélgica diante de Marrocos, este domingo (0-2) deu origem a um cenário de destruição poucas vezes visto em Bruxelas. Dezenas de pessoas provocaram distúrbios, obrigando a polícia a intervir, após o jogo de futebol do Mundial 2022.

Os incidentes, que causaram ferimentos num jornalista, começaram a meio da segunda parte do jogo, quando 150 jovens atearam fogo a um contentor, lançaram petardos e em seguida danificaram veículos que estavam estacionados, segundo a televisão pública belga RTBF.

Imagens difundidas pelos meios de comunicação social locais mostraram vários adeptos a destruírem uma viatura, alguns envergando a bandeira de Marrocos, e trotinetas incendiadas.

A polícia mobilizou uma centena de agentes para o centro da capital belga, tendo recorrido a gás lacrimogéneo e a canhões de água para dispersar os desordeiros. Várias estações de metro e ruas foram encerradas à circulação.

O presidente do município de Bruxelas, Philip Close, condenou na rede social Twitter os incidentes e pediu aos adeptos para evitarem o centro da cidade.

Os distúrbios circunscreveram-se ao centro de Bruxelas, uma vez que noutras zonas da cidade, onde vive uma importante comunidade marroquina, a celebração da vitória da seleção de futebol de Marrocos por 2-0 frente à da Bélgica tem decorrido sem incidentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG