Rui Vitória: "Não andamos a brincar"

Treinador benfiquista reconheceu mérito ao Rio Ave mas vinca que o Benfica já estava preparado para a forma de jogar do adversário. Lamenta falta de inspiração e não ter saído de Vila do Conde com a vitória

"Não andamos a brincar. Quando preparamos uma equipa, sabemos como a equipa adversária joga. Tivemos algumas bolas no corredor central e, se tivéssemos mais inspiração, podíamos ter decidido. Por vezes os jogos não são muito bem jogados, mas têm que ser ganhos. Não quero tirar mérito ao adversário, mas fomos a melhor equipa", afirmou Rui Vitória, durante a zona de entrevistas rápidas da Sport TV, quando questionado se estava preparado para a forma ambiciosa de jogar do Rio Ave.

"Cada equipa tem as suas características e Rio Ave tem a sua forma de jogar. Foi um jogo disputado mas fechado na primeira parte, com preocupações em anular pontos fortes do adversário. Na segunda, com os golos, o jogo abriu, e abriu para o nosso lado. Tivemos mais oportunidades, o Cássio fez magníficas defesas e acabámos por não resolver o jogo. Podíamos ter saído daqui com a vitória", analisou.

Depois de ter ficado privado de Jardel ainda muito cedo, o treinador benfiquista ficou com apenas duas substituições por fazer, mas diz que "os jogadores que entraram entraram bem e fizeram o que tinham a fazer".

Sobre a possibilidade de perder pontos para os rivais FC Porto e Sporting, desvalorizou essa hipótese: "A minha preocupação é sempre a mesma. As equipas vão todas passar por dificuldades. Há equipas que criam dificuldades aos chamados três grandes. Estamos numa fase inicial. Não gostamos de perder pontos, mas também não temos de entrar em dramatismos agora também."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG