Rui Vitória leva Rúben Dias na comitiva para a Champions

Lisandro López, Luisão e Jardel não podem defrontar o Zent. Rui Vitória chamou um central da equipa da B

Lisandro López é baixa no Benfica para o encontro no terreno do Zenit São Petersburgo, da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, numa lista de convocados em que aparece Rúben Dias.

Com o defesa argentino e Luisão lesionados e Jardel castigado, o técnico Rui Vitória optou por chamar o jogador da equipa B, num jogo em que apenas vai ter disponível um central do plantel principal, o sueco Lindelof.

López, que continua a recuperar de uma lombalgia e falhou o dérbi do último sábado frente ao Sporting (vitória por 1-0), estava em dúvida para a deslocação à Rússia e acabou mesmo por permanecer em Lisboa.

Além de Jardel, também André Almeida está castigado e vai falhar o encontro da segunda mão frente à equipa treinada pelo português André Villas-Boas.

O guarda-redes Júlio César, devido a lesão, também falha o confronto com o Zenit, tendo sido rendido na lista de convocados por Miguel Santos, que normalmente representa o Benfica B.

O decisivo encontro dos oitavos de final da 'Champions' está agendado para quarta-feira, às 17:00, e terá arbitragem do húngaro Viktor Kassai. Na primeira mão, na Luz, o Benfica venceu por 1-0.

Lista dos 21 convocados:

- Guarda-redes: Ederson, Paulo Lopes e Miguel Santos

- Defesas: Grimaldo, Lindelof, Eliseu, Sílvio, Nelson Semedo e Rúben Dias.

- Médios: Fejsa, Samaris, Pizzi, Talisca e Renato Sanches.

- Avançados: Gaitán, Gonçalo Guedes, Salvio, Carcela, Raúl Jiménez, Mitroglou e Jonas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.

Premium

Opinião

Angola, o renascimento de uma nação

A guerra do Kosovo foi das raras seguras para os jornalistas. Os do poder, os kosovares sérvios, não queriam acirrar ainda mais a má vontade insana que a outra Europa e a América tinham contra eles, e os rebeldes, os kosovares muçulmanos, viam nas notícias internacionais o seu abono de família. Um dia, 1998, 1999, não sei ao certo, eu e o fotógrafo Luís Vasconcelos íamos de carro por um vale ladeado, à direita, por colinas - de Mitrovica para Pec, perto da fronteira com o Montenegro. E foi então que vi a esteira de sucessivos fumos, adiantados a nós, numa estrada paralela que parecia haver nas colinas.