Benfica repudia "clima de grave intimidação" sobre árbitros

Num comunicado emitido esta noite, o clube da Luz critica a pressão de Sporting e FC Porto sobre a arbitragem e questiona as entidades responsáveis: "o que esperam para atuar?"

O penálti na Luz que trouxe o empate ao Benfica no jogo deste sábado à noite, frente ao Rio Ave (1-1) foi o gatilho para novos comentários dos diretores de comunicação do Sporting e do FC Porto, Nuno Saraiva e Francisco J. Marques, nas redes sociais. E para o Benfica reagir, criticando a pressão sobre a arbitragem e acusando os rivais de tentarem, de forma concertada, pressionar os árbitros.

"Para memória futura: o penálti em Vila do Conde deve estar inscrito num daqueles e-mails que terminam com um desavergonhado 'apague tudo'. E, já agora, o Eliseu continuou em campo a espalhar magia com os cotovelos, e nem houve um cartão para amostra", escreveu Saraiva no Facebook, apesar de estar ainda suspenso, depois do castigo decretado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

"Três jogos, três lances, o mesmo árbitro...", escreveu também Francisco J. Marques, no Twitter, visando a atuação do arbitro do Rio Ave - Benfica, Hugo Miguel.

"O Sport Lisboa e Benfica repudia o clima de grave coação e intimidação sobre os árbitros que, de forma concertada, Sporting CP e FC Porto estão a exercer via os seus diretores de comunicação", reagiu o clube das águias, com um comunicado publicado no seu site oficial, interpretando os comentários como um forma de "condicionar as arbitragens já para os seus jogos deste domingo".

"Do que é que as entidades responsáveis estão à espera para atuar?", questiona por fim o clube da Luz.

Recorde-se que o Sporting enfrenta hoje o Estoril em casa, enquanto o FC Porto vai a Braga. Depois do empate do Benfica, ambos têm oportunidade de ficar à frente na tabela classificativa da I Liga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG