Benfica nega que IPDJ tenha interditado o Estádio da Luz

O Instituto Português do Desporto, segundo e Juventude, segundo o JN, proibiu jogos na Luz. Próximo é com o Sp. Braga a contar para a jornada inaugural do campeonato

Pode estar criada a polémica e o Benfica poderá não começar a época no Estádio da Luz, tal como está previsto, pois o calendário da I Liga dita um Benfica-Sporting de Braga agendado para 9 de agosto às 21.00. Em princípio seria na Luz, mas agora não é certo.

Segundo a edição deste sábado do Jornal de Notícias, o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) notificou o Benfica da nulidade do regulamento interno do Estádio da Luz. Esta decisão terá a ver com uma queixa do Sporting pelo que uma das questões levantadas, ainda segundo o JN, pelo IPDJ teria a ver com a permissão de entrada de tarjas e bandeiras a grupos organizados que o Benfica não reconhece oficialmente. O JN assegura que o Benfica não só foi notificado como tentou alargar o prazo definido pelo IPDJ, que termina hoje, porque, alegadamente, não teria tempo necessário para proceder à legalização das claques.

Fonte oficial do Benfica contactada pelo DN mostrou-se surpreendida com a notícia: "O Benfica não foi notificado de nada e até estranha a notícia tendo em conta que tem o novo regulamento de segurança aprovado por despacho de 2014."

O DN tentou contactar o IPDJ, nomeadamente o seu presidente Augusto Baganha, mas as tentativas saíram frustradas, contudo, fonte daquele organismo referiu que existem "irregularidades" no que diz respeito ao Benfica.

Resta saber, deste modo, se o encontro inaugural do campeonato do Benfica diante do Sporting de Braga realizar-se-á na Luz. Uma coisa é certa, nesta pré-temporada a equipa de futebol profissional do Benfica não efetuou qualquer partida no seu estádio.

Confrontado com a possibilidade de ter de jogar em campo neutro, Rui Vitória, no final do jogo com o Leipzig, desvalorizou o tema: "Jogaremos em qualquer lado, em qualquer estádio. Queremos ter o máximo de benfiquistas ao nosso lado e o nosso estádio leva mais gente do que qualquer outro. Mas jogamos em qualquer lado. Tenho a certeza que o presidente e a administração do Benfica saberão o que fazer melhor do que qualquer outra pessoa."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG