Benfica não contrata central e aposta em jovem Ferro

Jovem da equipa B vai ser o quarto elemento da hierarquia para eixo defensivo depois de Jardel, Rúben Dias e Luisão. Encarnados não farão nenhuma operação para essa posição em virtude estarem apenas numa prova

O Benfica não vai contratar nenhum defesa central nesta reabertura de mercado, apesar da saída de Lisandro López para o Inter de Milão. Rui Vitória, treinador dos encarnados, vai apostar no jovem Ferro, da equipa B, que habitualmente faz parceria com Rúben Dias na seleção de sub-21, apurou o DN.

O jovem de 20 anos é titular indiscutível na equipa B dos encarnados e até já trabalhou com o plantel principal, mas agora vai subir na hierarquia e será o quarto central do plantel principal, apenas atrás de Jardel, Rúben Dias e Luisão.

Refira-se que o jovem internacional português ultrapassa, por exemplo, o croata Kalaica (19 anos), que habitualmente faz dupla com Ferro na equipa B, mas que fazia parte do plantel principal desde que chegou, há dois anos, proveniente do Dínamo de Zagreb.

Esta decisão foi tomada já na semana passada, quando Lisandro López foi transferido para o Inter de Milão. Em nenhum momento a SAD e Rui Vitória equacionaram a ida ao mercado por mais um central.

Todas as partes entendem que o facto de o Benfica ir disputar apenas uma competição até ao final da temporada, concretamente o campeonato nacional, que termina em maio, dentro de quatro meses, não será necessário recorrer ao mercado neste defeso em busca de um central.

Vitória e a confiança da equipa

Rui Vitória, treinador do Benfica, revelou ontem confiança para o embate desta tarde com o Chaves (18.15, BTV), mas também para o resto da época, sobretudo pelo mesmo sentimento que vê nos seus jogadores. "Estamos a viver um bom momento, tanto pelos resultados como pelas exibições. Não gosto de rotular porque não sei quais são os nossos limites, mas sentimo-nos satisfeitos. Os resultados vão aparecendo, assim como a qualidade. Os jogadores acreditam cada vez mais em si próprios e isso deixa-me muito confiante", disse o treinador, revelando porque aposta agora no 4x3x3 em detrimento do 4x4x2.

"Temos de aproveitar os jogadores que temos em nosso poder e quisemos dar mais agressividade na zona central, para não termos necessidade de ter muitos homens dentro da área, mas sim aparecerem homens na área. Esta mudança também agrada aos jogadores", disse o técnico, falando depois do adversário desta tarde.

"Espero uma equipa dentro do registo do Luís [Castro, treinador do Chaves], muito boa, que vai proporcionar um excelente espetáculo. Vai ser difícil, mas do outro lado também sabem que estará um Benfica forte", referiu.

Rui Vitória foi convidado a comentar também as recentes críticas a alegadas fracas exibições dos adversários do Benfica, nos jogos contra as águias, e não deixou de dar uma resposta. "Vamos provando o nosso valor dentro de campo. Que continuem a não nos dar mérito", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG