Benfica já ofereceu proposta de renovação a Luisão

Águias propuseram mais um ano de contrato ao capitão. O defesa, que termina vínculo em junho, prefere renovar por duas épocas

Benfica e Luisão já se sentaram à mesa para discutir a renovação do contrato que liga o defesa brasileiro ao tricampeão nacional e que, como se sabe, termina no final da atual temporada. A SAD encarnada propôs prolongar o vínculo por mais uma época, enquanto o central e capitão de equipa prefere estender a ligação por mais dois anos.

A boa temporada que o jogador tem vindo a fazer, aos 35 anos, tendo recuperado a titularidade no centro da defesa encarnada depois da lesão que o fez falhar grande parte da época anterior, convenceu a estrutura do Benfica a tentar renovar contrato com aquele que é já o futebolista estrangeiro com mais jogos na história do clube (495) - e que, nesta altura, a menos de seis meses de terminar a ligação, já poderia comprometer-se com outro clube para o futuro.

Muito embora as duas partes confiem que o acordo será uma realidade - até pela amizade pessoal que une o capitão encarnado ao presidente Luís Filipe Vieira -, a negociação está dependente ainda do entendimento total quanto à duração do novo vínculo.

Luisão fez saber que pretende renovar por dois anos por entender que ainda se encontra em perfeitas condições físicas e com uma produtividade dentro das quatro linhas à altura do que se pretende de um líder da defesa de um clube como o Benfica. Isto sem falar na importância que tem dentro do balneário, onde ninguém contesta a sua (muita) influência. Além disso, o DN sabe que a ideia do brasileiro passava por fazer mais dois anos na Luz e depois pendurar as chuteiras e iniciar uma carreira de treinador nos escalões mais jovens do Benfica.

Já o clube da Luz prefere uma abordagem mais cautelosa face à idade do defesa brasileiro, oferecendo um vínculo de curta duração, mas as duas partes ainda vão voltar a conversar sobre o assunto. Para já, certo é que os encarnados já deram o primeiro passo: manifestar a Luisão o interesse na renovação. Contactado pelo DN, o departamento de comunicação do Benfica disse não ter, à hora de fecho desta edição, informação a disponibilizar sobre este dossiê, até pela presença do presidente no estrangeiro.

Mais de 13 anos e muitas marcas

Aos 35 anos, Luisão já entrou na história do Benfica, algo que não imaginava quando em 2003 chegou ao Estádio da Luz pela mão do então diretor do futebol Luís Filipe Vieira, cerca de dois meses e meio antes de este ser eleito presidente. O gigante de 1,93 metros de altura tinha apenas 23 anos e vinha de um início de carreira prometedor no Cruzeiro.

Com o novo Estádio da Luz em fase de construção, o defesa central acabou por se estrear a 14 de setembro de 2003, no Estádio Nacional, num empate a 3-3 com o Belenenses, em que fez também o seu primeiro golo de águia ao peito.

Foi o início de um percurso de 13 anos e meio, durante os quais se tornou líder e capitão de equipa. Luisão está a cinco jogos de chegar aos 500 com a camisola da equipa principal do Benfica.

São no total 495 partidas realizadas que o colocam como o futebolista estrangeiro com mais jogos pelo clube, superando por larga margem o uruguaio Maxi Pereira (333 jogos), atualmente no FC Porto. No ranking global, o defesa brasileiro está em quinto lugar nos futebolistas com mais jogos de sempre e apenas a três de igualar outro central histórico, Humberto Coelho, no quarto lugar. No topo da hierarquia está o antigo avançado Nené, com 575 jogos de águia ao peito. Além disso, Luisão tem 45 golos marcados.

Danilo a caminho do St. Liège

Entretanto, o Benfica trata de limpar o plantel de alguns excedentários. O médio brasileiro Danilo, que estava emprestado pelo Sp. Braga, está em negociações adiantadas para jogar no Standard Liège, da Bélgica, até fim da época. O sérvio Luka Jovic e o colombiano Celis também podem ser cedidos.

Exclusivos