Caso dos e-mails. Benfica reclama 50 milhões de euros ao FC Porto

Em causa estão os mails divulgados por Francisco Marques, o diretor de comunicação do clube de Pinto da Costa

O Benfica está a preparar um "ataque em força" contra FC Porto, por causa dos e-mails difundidos pelo diretor de comunicação portista, a ligar o clube da Luz a um alegado esquema de de corrupção desportiva e tráfico de influências. Fonte do Benfica avançou ao diário Correio da Manhã que 50 milhões é o valor da indemnização que será reclamada ao FC Porto.

A mesma fonte oficial do clube da Luz afirmou que as reuniões entre os advogados ainda decorrem, mas a estratégia de defesa está praticamente definida.

Uma outra fonte da SAD revelou também ao CM que foi constituída uma vasta equipa para definir as áreas de intervenção para contra-atacar o caso dos e-mails, que envolve "conceituadas" sociedades de advogados e uma empresa de cibersegurança. Os delitos implícitos no processo são "concorrência desleal, acesso ilegítimo a correspondência privada, difamação e violação do segredo de negócio".

As mensagens de correio eletrónico divulgadas, recorde-se, atingem várias figuras do Benfica, a começar pelo presidente Luís Filipe Vieira, Paulo Gonçalves (assessor jurídico da SAD) e Pedro Guerra (diretor de conteúdos da BTV).

O CM soube ainda que o Benfica vai avançar com um processo-crime contra Pinto da Costa, a SAD dos dragões e o Porto Canal.

O Benfica solicitou uma peritagem ao seu sistema informático para demonstrar que foi alvo de um ataque pirata e que não foi fuga interna que levou à divulgação dos e-mails.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG