As fãs de Hector e da água de Colónia

Não se pode ganhar sempre, dizem desiludidas as duas amigas, que perante a eliminação da Alemanha, continuam orgulhosas dos jogadores e com vontade de continuar a festa

Têm nome de portuguesas, mas a tez alva de Cláudia e Cristina não engana: são alemãs e, sobretudo, filhas de Colónia, capital da Renânia do Norte-Vestefália. "Adoro futebol, mesmo na Alemanha vejo muitos jogos", aludiu Cláudia de mão no peito, crente num milagre que não chegou para salvar os germânicos.

"Gosto de todos os jogadores, mas o defesa esquerdo Hector é o melhor de todos. Porquê? Porque é de Colónia", justifica, por entre gargalhadas. Cláudia corrobora da opinião da amiga, com quem viajou de férias para Portugal, lembrando que a sua cidade é, ainda, "mãe da água de Colónia", deixando um convite para visitar aquela parte do país.

O jogo não estava a feição e nem a eliminação precoce desanimou as duas jovens. "Não podemos ganhar sempre, portanto vamos aproveitar ainda os cinco dias que temos de férias para conhecer este país maravilhoso". E lá foram elas, de coroa de flores na cabeça, como prémio de consolação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG