Árbitro ameaçado apresentou queixa à polícia

Juiz nomeado para o FC Porto fez queixa contra desconhecidos. Polícia esteve no centro de treinos da Maia

O árbitro Artur Soares Dias já apresentou queixa na polícia por ter sido alvo de ameaças.

Soares Dias apresentou queixa formal contra desconhecidos, noticia o jornal O Jogo.

O caso surge depois de ter sido tornado público que o árbitro terá sido ameaçado "de morte" e insultado por alegados adeptos portistas, de acordo com uma informação da Rádio Renascença, quando estava na presença do presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, José Gomes.

De acordo com a rádio, o incidente que envolveu o juiz internacional do Porto terá acontecido por volta das duas da tarde quando Soares Dias se preparava para treinar na Maia. Sendo que o local foi mesmo invadido pelos ditos adeptos. A polícia deslocou-se ao centro de treinos da Maia e só deixou o local já perto das 20.00.

Após este sucedido, houve uma reunião de emergência entre o presidente do Conselho de Arbitragem, José Fontelas Gomes, o próprio Soares Dias e Jorge Sousa, Luís Ferreira, Vasco Santos, Carlos Xistra, Bertino Miranda, vogal do Conselho de Arbitragem, e Paulo Costa, vice-presidente.

Refira-se que Artur Soares Dias é o nomeado para o jogo deste fim de semana entre o Paços de Ferreira e o FC Porto, na Capital do Móvel.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG