"O dom que gostaria de ter? A capacidade de transformar o pão em rosas"

O famoso Questionário de Proust respondido pelo presidente do COP, José Manuel Constantino

José Manuel Constantino

A sua virtude preferida?

Sentido de justiça.

A qualidade que mais aprecia num homem?

A firmeza de princípios.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?

A inteligência e o sentido de humor.

O que aprecia mais nos seus amigos?

A lealdade.

O seu principal defeito?

A teimosia.

A sua ocupação preferida?

Ler.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?

Que não existe...

Um desgosto?

A morte prematura do Professor José Maria Noronha Feio.

O que é que gostaria de ser?

Advogado.

Em que país gostaria de viver?

Portugal.

A cor preferida?

Azul.

A flor de que gosta?

Rosas.

O pássaro que prefere?

O rouxinol.

O autor preferido em prosa?

José Saramago.

Poetas preferidos?

Nuno Júdice, Herberto Hélder, Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner Andresen.

O seu herói da ficção?

Robin Hood (Robin dos Bosques).

Heroínas favoritas na ficção?

A Mafalda.

Os heróis da vida real?

Nelson Mandela.

As heroínas históricas?

Anne Frank.

Os pintores preferidos?

Botticelli e José Almada Negreiros.

Compositores ​​​​​​​preferidos?

Beethoven (música clássica) e Luís Gonzaga (música ​​​​​​​popular).

Os seus nomes preferidos?

Pedro, Bruno, Henrique e Marta.

O que detesta acima de tudo?

A ingratidão.

A personagem histórica que mais despreza?

Adolf Hitler.

O feito militar que mais admira?

O modo como o povo vietnamita expulsou os invasores americanos.

O dom da natureza que gostaria de ter?

A capacidade de transformar o pão em rosas.

Como gostaria de morrer?

Sem sofrimento.

Estado de espírito atual?

Pessimista.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?

Os praticados pelas crianças.

A sua divisa?

A luta continua...