António Carvalho vence na Senhora da Graça e Volta já não escapa à Glassdrive

Nona e penúltima etapa da Volta a Portugal foi conquistada por mais um ciclista da Glassdrive-Q8-Anicolor, que já não deve deixar escapar a vitória nesta edição da Grandíssima.

Rui Miguel Godinho
Equipa portuguesa da Glassdrive-Q8-Anicolor venceu mais uma etapa na Volta a Portugal e já não deve deixar escapar o triunfo na 83.ª edição.© Pedro Correia / Global Imagens

O ciclista português António Carvalho (Glassdrive-Q8-Anicolor) venceu ontem a nona e penúltima etapa da Volta a Portugal, cujo final culminou com a clássica subida à Senhora da Graça.

No final da tirada de 174,5 quilómetros, que ligou Paredes a Mondim de Basto, o corredor da Glassdrive cruzou a meta acompanhado pelos seus colegas de equipa Frederico Figueiredo (o camisola amarela e novo líder da montanha) e Mauricio Moreira (líder da classificação da montanha à entrada para a etapa). Com isto, Frederico Figueiredo continua líder da geral com sete segundos de vantagem para o segundo, Moreira.

Numa etapa com muita montanha (no total, foram três subidas de primeira categoria e duas de quarta), a fuga ficou marcada por um grupo de 13 corredores, com o ciclista Joaquim Silva (Efapel Cycling) a beneficiar bastante, uma vez que passou à frente nas contagens de Antarte, Serra do Marão e Velão, somando assim pontos importantes na luta pela camisola da montanha.

Aliás, no final da subida do Velão, Joaquim Silva chegou mesmo a ser líder virtual da Volta. Mas ainda faltavam as duas últimas subidas (ambas de primeira categoria) e o pelotão, que era comandado pela Glassdrive, estava a menos de dois minutos da frente. A meio da penúltima subida da etapa (Barreiro), a Atum General-Tavira-AP Maria Nova Hotel assumiu o grupo, impondo um ritmo que arrasou o pelotão.

Já na reta final, os ciclistas da Glassdrive atacaram, com Fábio Costa a trabalhar para a equipa. António Carvalho apanhou o colega, logo de seguida chegou Frederico Figueiredo e, por fim, juntou-se Mauricio Moreira, sentenciando, assim, as contas da etapa e muito possivelmente da classificação geral.

A etapa final desta edição da Volta acontece na segunda-feira, num contrarrelógio individual de 18,6 quilómetros entre Porto e Vila Nova de Gaia.