Agência anti-doping faz novos testes a colheitas feitas em 2008 e 2012

Em causa a possibilidade de afastamento de atletas dos Jogos do Rio de Janeiro

Estão a realizar-se novos testes a amostras de colheitas feitas a atletas durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e em Pequim, 2008, para prevenir eventuais fraudes durante a competição do próximo verão, no Rio de Janeiro.

Refira-se que o doping tem ofuscado a preparação dos Jogos Olímpicos, nomeadamente com os escândalos que têm envolvido a IAAF, a instituição que gere o atletismo, com a possibilidade de atletas da Rússia e do Quénia, entre outros países, poderem ser excluídos da competição.

"O objetivo do programa é evitar que os atletas que fizeram batota em Londres ou Pequim, e que conseguiram escapar a uma punição por não termos métodos de análise tão avançados como agora, compitam no Rio de Janeiro", disse o médico Richard Budgett.

Refira-se que o mundo do atletismo foi abalado no ano passado quando a Rússia foi suspensa após a Agência Mundial Anti-Doping (WADA) ter descoberto um programa de doping patrocinado pelo Estadod aquele país. Mais tarde também o Quénia foi apanhado nas malhas do doping e poderá ser banido se não cumprir as suas promessas feitas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG