A viver em Lisboa, Cantona adora Mourinho, mas...

Ex-jogador francês, que faz esta terça-feira 50 anos, acha que o português não é a melhor opção para o Manchester United

Já tinham começado a circular, pela capital portuguesa, os rumores de que "o Rei" estava a viver em Lisboa. Cantona já tinha sido visto por Alvalade, pela Luz, mas também fora de estádios, no jardim das Amoreiras e num ou noutro local público. Agora, surgiu a confirmação oficial pelo próprio, numa conversa com o jornal inglês The Guardian..

"Le Roi", Eric Cantona, o ex-futebolista francês dono de uma das mais vincadas personalidades da história do futebol, tão conhecido pela sua qualidade nos relvados como pelo mau feitio em campo e fora dele, cuja imagem de marca ficou imortalizada numa gola levantada e num pontapé voador sobre um espetador em Old Trafford. "Sinto-me vivo aqui", justifica, ao enviado do diário britânico, sobre a sua mudança para Lisboa com a família.

No dia em que comemora meio século de vida, o ex-futebolista, que se retirou dos relvados aos 30 anos e tem estado ligado às artes (sobretudo cinema), fala do estado atual do Manchester United e, embora admita "adorar" José Mourinho, diz que o técnico português não é a melhor opção para o banco de Old Trafford.

"Eu adoro-o, mas acho que não representa o estilo de futebol do Manchester United", diz. "Adoro a sua personalidade, a paixão que tem pelo jogo, o seu humor. É muito inteligente, exige 100% dos seus jogadores. E, claro, ganha", elogia Cantona. "Mas não acho que as equipas dele tenham o estilo de jogo de que os adeptos do Manhcester United gostam, mesmo que ganhem", reforça o francês, apontando o espanhol Guardiola, a nemesis de Mourinho, como "aquele que deveria ter sido escolhido".

"Adorava ver Guardiola no Manchester United. Ele está em Manchester, mas no clube errado", acrescentou Cantona, referindo-se ao ex-treinador de Barcelona e Bayern que na próxima temporada estará ao comando do Manchester City.

De resto, o agora "lisboeta" Cantona garante que só uma coisa o faria voltar ao futebol: ser o treinador do Manchester United. "Faço muitas coisas atualmente e sou feliz. Mas se me pedissem para treinar o United eu ia. Guardiola está no City e se quiserem ganhar títulos com bom futebol então terá de ser comigo", avisa Eric Cantona.

Por fim, sobre o próximo Europeu de futebol, o francês diz que "não quer saber da França" e espera que a Inglaterra ganhe o torneio. Ou, em alternativa... Portugal. Porque Cristiano Ronaldo merece, e porque assim poderia juntar-se às celebrações nas ruas de Lisboa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG