50 anos depois... não a impediram de terminar a Maratona de Boston

Kathrine Switzer foi a primeira mulher a participar na mítica corrida. Acabou, mas tentaram-na deter. Esta segunda-feira correu à vontade e sem ninguém a tentar neutralizá-la

Kathrine Switzer está na história por ter sido a primeira mulher a correr a Maratona de Boston. Fez, precisamente, esta segunda-feira 50 anos que as imagens de um diretor da prova a tentar placar uma corredora provocaram um enorme escândalo a que a imprensa da altura aproveitou.

A corredora era uma jovem estudante de jornalismo chamada Kathrine Switzer, o diretor mau da fita Jock Semple e o jovem que acabou por salvar a rapariga era Tom Miller, o namorado de Kathrine que se lançou para cima do juiz numa altura em que este se apercebeu que havia uma mulher em prova.

Curioso é que só cinco anos mais tarde, em 1972, a Maratona de Boston aceitou participantes de ambos os sexos.

Nesta segunda-feira, Kathrine Switzer voltou a Boston para marcar simbolicamente a data em que foi notícia. Não pelo registo feito na corrida mas por ter feito algo que ficou na história do atletismo feminino.

E a verdade é que nesta segunda-feira, Kathrine Switzer participou, aos 70 anos de idade, na sua 40.ª maratona, tendo feito 4.44, 31 horas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG