1956 - O primeiro (e único) Rallye Ibérico

A histórica iniciativa do Rallye Ibérico suscitou forte entusiasmo entre os aficionados das corridas de automóveis

Com o patrocínio do Diário de Notícias, do jornal O Século e dos jornais espanhóis Informaciones e Marca, o Automóvel Club de Portugal e o Real Automóvel Club de España organizaram em conjunto o I Rallye Ibérico, no ano de 1956. A prova, que não mais voltaria a realizar-se, foi disputada entre os dias 1 e 4 de novembro e reuniu à partida 85 concorrentes, que saíram de Lisboa, Porto, Sevilha, San Sebastián e Barcelona rumo à capital espanhola, Madrid, onde começou o percurso comum do rali até ao Estoril.

A vitória absoluta pertenceu à equipa portuguesa Fernando Stock/Manuel Palma, em Mercedes-Benz 300 SL, com os espanhóis Javier Sanglas e Lleo Pilar, em Alfa Romeo, a classificarem--se na segunda posição. A prova ficou marcada pelo trágico acidente do Porsche Spyder nº 91 de José Manuel Simões/Luís Borges, no Monte do Pião, do qual resultou a morte do navegador Luís Borges.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG