Uma mulher negra vence pela primeira vez o prémio Turner

Lubaina Himid tornou-se, aos 63 anos, na primeira mulher negra a conquistar o prémio Turner, o galardão de arte contemporânea mais prestigiado do Reino Unido, por uma obra que homenageia a cultura africana. Lubaina Himid, que nasceu em Zanzibar e vive em Preston, no norte de Inglaterra, foi distinguida com o prémio Turner na terça-feira por três exposições realizadas em Bristol, Nottingham e Oxford, nas quais – como é habitual na sua obra – exulta a criatividade da arte africana. A lista de nomeados incluía o britânico-jamaicano Hurvin Anderson, de 52 anos, a alemã Andrea Buttner, de 45, bem como […]

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG