Sexo: quando a quantidade importa mais do que a qualidade

Estudos recentes referem que os millennials não fazem tanto sexo como as gerações anteriores, chegando mesmo a afirmar que as séries surgem como primeira opção face às relações sexuais. Ainda assim, a quantidade de sexo continua a ser uma medida importante – seja para os casais de longa duração que têm menos relações do que antes ou para os solteiros que ficam longos tempos sem o fazer. Mas será que a quantidade de vezes que fazemos sexo importa assim tanto, ou a qualidade será melhor medidor? Para a sexóloga espanhola Sonia Encinas, entrevistada pela revista feminina S Moda, a grande […]

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG