Sindicato quer acabar com fatos machistas de enfermeiras no Carnaval

Será caso para dizer, é Carnaval e aqui há quem leve a mal. Um sindicatos dos enfermeiros em Espanha quer acabar com os disfarces que replicam de forma sexualizada os uniformes das enfermeiras. Os representantes desta classe profissional consideram sexistas os vestidos brancos justos, curtos e decotados, que se vendem habitualmente nesta altura, como traje de Carnaval. O Sindicato de Enfermería Satse afirma que a indumentária atenta contra a dignidade e imagem pública daquelas profissionais de saúde.

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Ler mais

Exclusivos