Três mais antigas dinastias de cavaleiros em confronto e muito mais no Campo Pequeno

Arranque da temporada da praça lisboeta traz cartéis de luxo e rivalidade saudável. Dia 21 de julho, há três dinastias tauromáquicas em competição.

"A rivalidade entre as principais dinastias portuguesas da tauromaquia a cavalo e a presença da maior estrela do toureio a pé de Espanha, Morante de la Puebla, no dia em que o Campo Pequeno celebra 130 anos, marcam um regresso com classe e glamour dos toiros à capital portuguesa."

Assim se apresenta a nova temporada do Campo Pequeno, que arranca já a 21 de julho com a primeira das festas a juntar as três mais antigas dinastias de cavaleiros tauromáquicos portugueses. Num cartel que conta com António Ribeiro Telles, João Salgueiro, António Maria Brito Paes, João Salgueiro da Costa, Joaquim Brito Paes e António Ribeiro Telles Filho, as pegas estarão ao cuidado dos grupos de forcados de Montemor e Lisboa e os toiros serão da ganadaria de António Raul Brito Paes, informa o empresário da praça de toiros.

A segunda corrida está marcada para 18 de agosto, celebrando os 130 anos do Campo Pequeno com a Corrida da Cultura. A praça recebe então atuações dos cavaleiros Marcos Bastinhas e Francisco Palha e o número um do toureio espanhol, "considerado como o artista mais cativante do toureio a pé", o sevilhano José António Morante de la Puebla, que lidará toiros de Nuñez del Cuvillo. Nessa noite, as pegas ficarão por conta dos forcados de Santarém e do Aposento da Chamusca.

Para breve, o empresário Luís Miguel Pombeiro promete anunciar mais novidades desta temporada tauromáquica do Campo Pequeno e "um conjunto de surpresas que fará as delícias da aficción portuguesa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG