Sol da Caparica de volta e com um palco eletrónico

Fernando Daniel, Diogo Piçarra e Jimmy P são alguns nomes no cartaz do evento que regressa entre 11 e 15 de agosto após dois anos.

Depois de dois anos de pandemia, o Sol está de volta à Costa da Caparica. O Festival de música lusófona regressa ao Parque Urbano da Costa da Caparica de 11 a 15 de agosto de 2022.

Serão cinco dias cheios de música portuguesa, brasileira e africana, mas também de muito humor com o palco comédia, muita dança e alguns desportos radicais.
"Voltar neste momento é difícil. Mas somos resilientes. O português é um povo de sacrifício, lutador e penso que vai ser compensador. Não pela parte financeira, mas pela parte das pessoas. A nossa maior riqueza são as pessoas. Todos por todos", afirmou Zahir Assanali, CEO do Grupo Chiado, promotor do festival.

Este ano, a sétima edição traz ainda mais novidades. Para além dos dois palcos principais, pela primeira vez vai existir um espaço reservado exclusivamente para DJs e música eletrónica. O intitulado palco eletrónico vai ter a presença de DJ Vibe, DJ Zullu, Vanco, Kura, DJEFF, DJ Vuddu, Buruntuma e Rich & Mendes.

Para maior conforto do público, será também aumentado o número de entradas e o recinto do festival. Serão igualmente alargadas as áreas de serviço público, como a área de street food. Ao contrário dos outros anos, foi acrescentado mais um dia de atividades e concertos.

As regras da DGS são uma preocupação da organização. É aconselhado o uso de máscaras e muito álcool gel. Uma equipa médica estará presente para qualquer emergência. "Essa é a nossa maior preocupação, que as pessoas saiam bem e se divirtam acima de tudo."

O primeiro dia do Sol da Caparica, 11 de agosto, conta com as atuações de Calema, Clã, Fernando Daniel, Ive Greice, Jimmy P, Julinho KSD, Miguel Angelo, Tiago Bettencourt e Wet Bed Gang.

"Estes dois anos foram difíceis no meio cultural e não só. Por isso, é que também apelamos às pessoas em casa para virem porque estão a apoiar a cultura, a reabertura de tudo. E festivais como estes que enaltecem a língua portuguesa. E a cultura lusófona, dos PALOP, é sempre bem-vinda e contamos com todos lá em casa", afirmou a dupla Calema, que vai atuar pela segunda vez no festival.

Para o segundo dia, 12 de agosto, Anna Joyce, Djodje, Richie Campbell, Syro, Piruka e Deeiay Télio são os nomes confirmados.

Para 13 de agosto, estão na agenda os concertos de Branko, Cuca Roseta, Diogo Piçarra, Ivandro, Nelson Freitas, Nuno Ribeiro, Plutónio, ProfJam, Soraia Ramos e Amigos e Zeca Sempre.

No dia 14 de agosto passam pelo festival António Zambujo, Bispo, Cláudia Pascoal, Mafalda Veiga, Sam The Kid com Orquestra e Orelha Negra e T-REX.

Cláudia Pascoal é um dos novos nomes do cartaz. Da sua estreia, podemos esperar novas canções do segundo álbum, que a artista está a compor e alguns conteúdos audiovisuais. "Como essa é a minha área, vou fundir. Já estou a fazer algumas coisas desse género, mas nestes festivais, nestes concertos de verão vou introduzir muito mais essa minha área audiovisual." confirmou a cantora.

No último dia do festival sobem ao palco nomes como Ana Moura, Bárbara Bandeira, Maneva e Nenny

mariana.goncalves@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG