Livraria Lello tem 250 mil euros para comprar 1.ª edição de "Os Lusíadas"

A livraria do Porto está também à procura de uma primeira edição de "Harry Potter e a Pedra Filosofal"

Quanto vale um dos primeiros exemplares de Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões, de 1572? A Livraria Lello, no Porto, está disposta a pagar 250 mil euros por um exemplar dessa primeira edição em português. E também oferece 70 mil euros por um dos 500 exemplares da primeira edição em inglês de Harry Potter e a Pedra Filosofal, J.K. Rowling, de 1997. E ainda tem disponíveis 1500 euros para adquirir uma cópia de A Gazeta da Restauração, de 1641, a primeira publicação periódica portuguesa.

O anúncio desta "oferta pública de venda" foi feito este domingo, dia do 113º aniversário da livraria, em que, ao contrário do que é habitual, a entrada na livraria. As ofertas têm, no entanto, um prazo limitado: 10 de junho para Os Lusíadas (Dia de Camões), 31 de julho para Harry Potter (dia do aniversário do jovem feiticeiro) e 3 de maio para o jornal (Dia Mundial da Liberdade de Imprensa). Até estas datas, quem tiver algum destes exemplares e queira vendê-lo deverá entrar em contacto com a histórica livraria do Porto.

Desde 2015 com entradas pagas (através de um voucher que depois é descontado na compra de livros) e constantemente com filas de turistas à porta para visitarem uma das livrarias mais bonitas do mundo, a Lello vende em média 1200 livros por dia. Ao Jornal de Notícias, a administradora Aurora Pinto revelou que em 2018 a Lello voltou a bater recordes de visitantes com uma subida que rondou os 13% em relação ao ano anterior.